PUBLICIDADE
Topo

Cinco motivos para o Santos ter sido desclassificado na Sul-Americana

26/02/2019 21h22

O Santos deu vexame e empatou com o River Plate-URU, em 1 a 1, nesta terça-feira, no Pacaembu, pelo jogo de volta da primeira fase da Sul-Americana. A dificuldade em criar jogadas e a defesa exposta foram uns dos motivos para a eliminação no torneio continental. Abaixo, o L! lista os cinco motivos.

Sem torcida

O apoio de uma torcida é fundamental. É fato que o torcedor santista tem feito seu papel neste início de temporada. Tem apoiado e colocado, pelo menos, 20 mil em jogos no Pacaembu. Hoje, o Peixe não teve seu principal aliado e parece ter sentido falta.

Pouca criação

O Santos tem finalizado mais de 20 vezes a gol, exceto no clássico contra o Palmeiras. Contra o River, o Alvinegro fazia jogadas pelas laterais, cruzava, mas não tinha um centroavante para ganhar pelo alto até a entrada de Felippe Cardoso. Houve dificuldade em criar com uma defesa uruguaia fechada.

Defesa exposta

No início do segundo tempo, o Peixe seguiu pressionando e adiantou sua linha de defesa. Tal atitude deixou os defensores expostos. O River percebeu, aproveitou e chegou ao seu solitário gol em um contra-ataque.

Sumiço dos destaques

O atacante Derlis González e o meia Jean Mota têm tido boas performances na temporada. Com um 4-5-1 compacto do River, os destaques poderiam ter chamado a responsabilidade, mas foram tímidos. O gol do hoje camisa 8 do Santos não apagou sua atuação apática.

Ausência de Rodrygo

Rodrygo é um jogador veloz, habilidoso e consciente. Sua ausência foi sentida principalmente nas jogadas individuais e até na ajuda de construções de jogadas. O Raio poderia ter dado uma nova cara ao jogo.

Esporte