PUBLICIDADE
Topo

Airton é suspenso pelo TJD-RJ e desfalca o Flu; Luciano é absolvido

26/02/2019 17h59

O Tribunal de Justiça Desportiva do Rio (TJD-RJ) julgou, nesta terça-feira, o volante Airton e o atacante Luciano, ambos do Fluminense, pelos episódios da final da Taça Guanabara. O primeiro foi punido com dois jogos de suspensão, enquanto o segundo foi absolvido. Ambos foram em primeira instância e cabem recurso.

O atacante Luciano foi expulso por empurrar Andrey, do Vasco, nos acréscimos - apesar da súmula apresentar a falta em Dodi, do Fluminense - e respondeu por "praticar ato desleal ou hostil durante a partida, prova ou equivalente". Entretanto, no vídeo, ficou comprovado que o autor da agressão foi Everaldo.

Com isso, a decisão foi unânime para a absolvição do atacante, que já pode entrar em campo na próxima rodada pelo Campeonato Carioca. A curiosidade é que o lance contou com revisão do VAR e, mesmo assim, Luciano foi expulso pela arbitragem.

Já Airton recebeu cartão vermelho por ofensas ao árbitro após a decisão e foi enquadrado no artigo 243-F por "ofender alguém em sua honra, por fato relacionado diretamente ao desporto". Com isso, foi suspenso por dois jogos.

Airton já cumpriu uma partida de suspensão contra o Bangu e está suspenso contra o Resende, na próxima rodada. Além deles, Felippe Bastos, do Vasco, foi suspenso por três jogos devido aos cantos homofóbicos contra o Fluminense.

Esporte