PUBLICIDADE
Topo

Terry e Mourinho criticam atitude de Kepa de se recusar a deixar o campo

25/02/2019 09h28

A final da Copa da Liga da Inglaterra ficou marcada, não apenas pelo título do Manchester City, mas também pela discussão entre Kepa e o Maurizio Sarri. O goleiro se recusou a ser substituído, permaneceu em campo e revoltou o treinador italiano. John Terry, ídolo do clube e ex-capitão da equipe e José Mourinho comentaram a situação.

- Uma vez que seu número aparece você tem que deixar o campo e mostrar respeito. Lide com isso depois, isso é a última coisa que o jogador quer. Isso colocou Sarri em uma situação delicada, fiquei surpreso que ele não forçou que Kepa saísse. Se eu estivesse lá, esperaria que o treinador tomasse a frente e lidasse com o problema instantaneamente - disse Terry para a 'SkySports'

José Mourinho tem a carreira marcada por relações conturbadas com alguns jogadores, inclusive quando treinou o Chelsea. O português destacou que essa situação nunca ocorreu com ele, mas disse que é algo que o "entristece muito", por deixar a comissão técnica em uma situação delicada.

- Para minha sorte nunca aconteceu algo assim. Por um lado, o goleiro quis mostrar confiança, mostrar personalidade e eu gosto disso. O que eu não gosto é que deixe o treinador e toda comissão técnica em uma situação de fragilidade. Além disos, Caballero ficou em uma situação complicada. Me entristece muito, é muito complicado - disse Mourinho ao 'DAZN'

Esporte