PUBLICIDADE
Topo

Milagre de Istambul? Fora de casa, Fenerbahçe sai atrás, mas busca empate histórico com Besiktas

25/02/2019 17h39

E novamente a cidade de Istambul viu um jogo maluco com resultado improvável. Após um primeiro tempo perfeito em que o Besiktas abriu 3 a 0, o Fenerbahçe correu atrás do prejuízo e assim como o Liverpool de 2005 contra o Milan, empatou a partida em 3 a 3, com três gols em 22 minutos. Gonul e Yilmaz (duas vezes) marcaram os gols do time alvinegro. Zajc, Ciftpinar e

Kaldirim fizeram para o Fener.

Além da rivalidade entre as equipes, o empate heroico serviu para o Fenerbahçe, que luta contra o rebaixamento, ficar com um ponto de distância da zona da degola da Superliga Turca, além de atrapalhar o Besiktas na caça aos líderes do campeonato.

BESIKTAS ON FIRE

Com apenas 11 minutos de jogo, os donos da casa pularam na frente do placar. Após bate e rebate dentro da área, Gonul aproveitou o espaço e fuzilou para marcar o primeiro. Yilmaz, de pênalti, aumentou aos 18 minutos. E no último lance do primeiro tempo, Yilmaz partiu em velocidade e não titubeou para marcar o terceiro.

INÍCIO DA REAÇÃO

Assim como o Besiktas, o Fener não demorou muito para marcar seu primeiro gol na partida. Aos 10 minutos, após cercar a entrada da área e girar a bola, Dirar encontrou Zacj dentro da área para escorar para as redes e diminuir o placar.

ENQUANTO TEM BAMBU, TEM FLECHA!

O Fenerbahçe não se deu por vencido e continuou em cima do Besiktas, e aproveitou a bola parada para diminuir ainda mais a vantagem dos mandantes e colocar fogo na partida. Aos 16 minutos, Valbuena cobrou falta na área com perfeição e encontrou Ciftpinar, que testou para o gol para fazer o segundo e deixar a Vodafone Arena apreensiva.

GOLAÇO PARA HISTÓRIA

Vendo o time do Besiktas sem reação, o Fenerbahçe aproveitou os espaços da defesa para conseguir reverter a desvantagem com muito estilo. Em chute de longa distância, Kaldirim, com um canudo, acertou o ângulo do goleiro Karius, ex-Liverpool, e empatou a partida com menos de 22 minutos de segundo tempo.

TRAVE IMPEDE MAIS GOLS

Com o placar empatado e a Vodafone Arena praticamente calada, incrédula com a reação dos visitantes, o Besiktas não teve outra alternativa a não ser levantar a cabeça e buscar mais um gol, entretanto, a trave impediu. Yilmaz, de cabeça, dentro da pequena área, carimbou o poste.

A virada histórica do Fener ficou por centímetros de acontecer. Nos minutos finais de partida, em cruzamento na área, Elmas teve a chance de entrar para história com uma linda cabeçada, mas Karius, ex-Liverpool, voou para defender e ainda viu a bola beijar a trave caprichosamente.

Esporte