PUBLICIDADE
Topo

Caso se conclua, venda de Tetê ao Shakhtar valerá o triplo da saída de Douglas Costa

25/02/2019 11h16

Com a negociação bastante avançada entre Shakhtar Donetsk-UCR e Grêmio pelo meia Tetê, o assunto já é dado como de uma transferência certa que poderá render pomposos R$ 43 milhões aos cofres da equipe. Algo que, como foi confirmado pelo presidente Romildo Bolzan, será investido na estrutura do clube, mais precisamente para o Centro de Treinamento Hélio Dourado que é utilizado pelas categorias de base do Tricolor:

- Eu não queria vender o Tetê, acreditava que ele poderia completar sua formação e ter sucesso aqui. Mas é uma negociação que deixará o Grêmio mais forte. Já temos o projeto para o CT pronto. A venda do Tetê vai acelerar este processo.

Os valores que estão envolvidos na negociação e que se referem a apenas 40% dos direitos do atleta mostram como o clube brasileiro estreitou relações com a equipe ucraniana de forma que os valores envolvendo negociações de atletas demonstram considerável conhecimento.

Isso porque, em 2010, o Grêmio vendeu o meia-atacante Douglas Costa para o Shakhtar pela quantia de 6,5 milhões de euros (na época com a cotação de R$ 16,9 milhões de reais) por 80% dos direitos. Os outros 20%, naquele momento, permaneceram com o Tricolor.

Três anos depois, o volante Fernando foi negociado com o clube de Donetsk onde a equipe pagou 13 milhões de euros pelo atleta (cotado na época como R$ 36 milhões). Pelo percentual que os gremistas tinham do atleta, o clube ficou com R$ 27,8 milhões.

Quem comentou sobre essa situação citando que o perfil de Tetê acabou pesando positivamente para os valores envolvidos na negociação foi o empresário do atleta, Pablo Bueno. Além disso, ele ressalta que o jogador tinha a intenção de deixar sua história marcada de maneira mais intensa no clube, porém compreende que a transação vai beneficiar todas as partes envolvidas:

- O Tetê queria ficar no Grêmio. Ele pensava que poderia, ao menos, treinar no profissional ainda este ano. Só que o negócio será bom para todas as partes, ainda mais porque vai trazer melhorias para a base do clube. Eles vão pagar ao Grêmio quase o triplo em comparação com o que gastaram pelo Douglas. O que chamou a atenção deles foi o perfil extracampo e o profissionalismo que ele mostrou aqui;

Esporte