PUBLICIDADE
Topo

Tempos difíceis... Sob vaias, São Paulo só empata com Red Bull Brasil

24/02/2019 19h15

Não foi desta vez que o São Paulo reagiu em campo aos protestos que a sua torcida (novamente) mostrou. Em jogo no qual ficou com um jogador a menos desde os 18 minutos da etapa inicial e perdeu Reinaldo e Biro Biro por lesão, o Tricolor paulista não saiu do 0 a 0 com o Red Bull Brasil.

Embora siga com nove pontos, fora da zona de classificação do Grupo D (a dois do Ituano, a equipe de Vagner Mancini sente o alento de não ter sofrido um resultado negativo. Afinal, o Toro Loko, que está com 15 pontos e na vice-liderança do Grupo B, teve amplo domínio, em especial na etapa final.

Clima hostil

Ainda sob os ecos dos protestos, o São Paulo iniciou a partida de forma afoita. Mesmo dominando as ações, a equipe se limitava a cruzamentos. Em um deles, Antony, a válvula de escape do time, tentou um voleio e parou em Júlio César.

Que irresponsabilidade...

O panorama do jogo, contudo, mudou aos 18 minutos. Gonzalo Carneiro, que tinha atuação discreta, deu uma sola em Rafael Carioca e foi expulso. Com um a mais, o Red Bull Brasil foi à frente e levou perigo em chances de Jobson e Osman.

Lampejos do Tricolor

O São Paulo esboçou uma reação ainda na etapa inicial. Arboleda arriscou uma bomba de longe, Júlio César espalmou e a bola carimbou no travessão. No rebote, o goleiro ainda travou finalização de Léo. Na volta do intervalo, Igor Vinícius desperdiçou nova chance clara.

Salve-se quem puder!

No entanto, era o Red Bull Brasil quem deitava e rolava. Com espaços para jogar pelas pontas, a equipe de Antônio Carlos Zago fez Tiago Volpi se desdobrar para que evitar que Osman, Roberson e Ytalo concluíssem. A pressão só aumenta, mas o São Paulo evitou um resultado ainda mais vexatório.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 0x0 RED BULL BRASIL

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)

Data-Hora: 24/2/2019, às 17h

Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP) - Nota L!: - 7,0 - Acertou ao expulsar Gonzalo Carneiro. No mais, conduziu o jogo com tranquilidade.

Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Vitor Carmona Metestaine (SP)

Renda / Público: 10.392 torcedores / R$ 3.555.422,00

Cartões amarelos: Gonzalo Carneiro (SAO), Pio e Osman (RBB)

Cartão vermelho: Gonzalo Carneiro, 18/1ºT (SAO)

SÃO PAULO: Tiago Volpi, Arboleda, Bruno Alves e Anderson Martins; Igor Vinícius, Luan, Helinho (Biro Biro, 15/2ºT) (Nenê, 35/2ºT), Antony e Reinaldo (Léo, 11/1ºT); Gonzalo Carneiro e Pablo. Técnico: Vagner Mancini

RED BULL BRASIL: Julio Cesar; Aderlan, Léo Ortiz, Ligger e Rafael Carioca (Romário, 45/2ºT); Jobson (Claudinho, 27/2ºT), Uillian Correia, Pio (Everton, 16/2ºT) e Osman; Ytalo e Roberson. Técnico: Antônio Carlos Zago

Esporte