PUBLICIDADE
Topo

Gustavo Henrique pensa em ser capitão no Santos e diz: 'Sonho com seleção'

23/02/2019 10h00

Ser convocado pela Seleção Brasileira e usar a braçadeira de capitão do Santos. Estes são os dois objetivos pessoais do zagueiro Gustavo Henrique. O bom início em 2019 pode colocar o atleta de 25 anos no radar do técnico Tite para defender a Amarelinha futuramente.

Os números também podem ajudar Gustavo Henrique. Em nove jogos na temporada, o Santos tem sete vitórias, um empate e uma derrota. Na defesa, somente seis gols sofridos.

- Com certeza, todo jogador sonha em ir pra seleção. Estou trabalhando forte aqui no Santos. Estou em um clube maravilhoso, que nos proporciona isso de disputar uma vaga. É um grande objetivo que tenho, procurar evoluir e ganhar títulos aqui. Consequentemente a convocação vem - falou o zagueiro em exclusividade ao L!

Desde 2013 no profissional do Santos, o camisa 6 será o titular mais velho no elenco do Alvinegro contra o Palmeiras, neste sábado, às 19h, no Allianz Parque, pela oitava rodada do Paulistão. Vale lembrar que Alison, promovido em 2011, está suspenso.

Tal fato pode colocar Gustavo Henrique como um candidato à braçadeira de capitão, usada atualmente pelo lateral-direito Victor Ferraz. Embora seja um objetivo, o defensor deixou a decisão para o técnico Jorge Sampaoli.

- Acho que sim (estou pronto). Independente de ser capitão, todo mundo tem de ter uma liderança. Eu tenho uma liderança dentro e fora de campo. Eu sempre procuro conversar com meus companheiros, porque vejo o jogo de trás. Se precisar, serei com muito orgulho, muitos jogadores importantes já foram no Santos. Eu espero um dia poder ser. Se está perto? Isso depende do treinador. Me preparo cada vez mais, sou um dos mais velhos do elenco - disse o jogador.

Com duas metas traçadas, Gustavo Henrique ainda pode chegar ao 200º jogo com a camisa do Santos neste ano. Ele já disputou 169 partidas e marcou oito gols.

Esporte