PUBLICIDADE
Topo

Sport procura o São Paulo para tentar recontratar Diego Souza

21/02/2019 11h51

O Sport procurou o São Paulo nos últimos dias e avisou que tem interesse em negociar a contratação do atacante Diego Souza, que teve duas passagens de sucesso pela Ilha do Retiro entre 2014 e 2017 e foi vendido ao próprio Tricolor no início de 2018 por R$ 10 milhões.

O São Paulo não descarta a saída do atacante de 33 anos, cujo contrato termina no fim deste ano, mas avisou aos pernambucanos que não pretende fazer um acordo para liberá-lo de graça. Agora, o clube aguarda a chegada de uma proposta oficial.

Em crise financeira, o Sport busca alternativas para ter o ídolo na Série B. De acordo com o site Superesportes, o primeiro a divulgar o interesse, uma delas seria um empréstimo em que o São Paulo pagasse a maior parte dos salários. Para convencer os paulistas, o Rubro-Negro abriria mão dos R$ 3 milhões que ainda tem a receber pela venda de Everton Felipe.

O São Paulo pagou R$ 3 milhões ao Sport no ano passado para assinar contrato de empréstimo com Everton Felipe até o fim de 2019. O contrato previa uma obrigação de compra, por mais R$ 3 milhões, se o meia-atacante ficasse disponível na maioria das partidas do segundo semestre de 2018, algo que aconteceu. O Tricolor sinalizou que fará a compra, mas ainda não efetuou o pagamento, o que abre brecha para essa composição.

Diego Souza demorou a engrenar no São Paulo e chegou a encaminhar sua ida ao Vasco no meio do ano passado. Após uma conversa com o diretor de futebol Raí e com Diego Aguirre, então técnico da equipe do Morumbi, decidiu permanecer a acabou dando a volta por cima: foi o artilheiro no time da temporada com 16 gols em 51 jogos. Em 2019, com a chegada de Pablo, virou reserva e só marcou um gol em sete jogos.

Enquanto aguarda a chegada definitiva de Cuca, o São Paulo age com cautela sobre saídas e chegadas. O técnico certamente vai solicitar modificações no elenco, mas quer fazer uma análise mais detalhada antes. Diego Souza, por exemplo, foi um pedido dele à diretoria do Palmeiras em 2017.

Esporte