PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Em 45 minutos de bom futebol, Bruno César mostra seu cartão de visitas no Vasco

21/02/2019 11h28

Pode se dizer que Bruno César fez, nesta quarta-feira, sua real estreia pelo Vasco. Após partidas discretas contra Portuguesa, Juaizeirense, Resende e Fluminense, o camisa 10 vascaíno teve, contra o Serra, sua melhor atuação no ano até agora. Tão boa que o se tornou o líder de assistências para finalização da Copa do Brasil, com oito, uma a mais que Sornoza, do Corinthians.

Mesmo estando visivelmente abaixo dos outros jogadores na parte física, Bruno mostrou a qualidade técnica esperada, com bons passes para infiltrações - quase sempre de primeira -, principalmente buscando Pikachu e Cáceres pela direita - com seis passes para cada, foi com quem teve mais interação no jogo. Em uma delas, Yago finalizou com muito perigo por cima do gol capixaba. No segundo passe decisivo, cruzou para Lucas Mineiro subir e abrir o placar, praticamente decretando a classificação cruzmaltina.

Ao todo, foram quatro assistências para finalização em 62 minutos em campo - os primeiros 45 de destaque -, igualando o recorde de um meia vascaíno na temporada que também era seu, contra o Juazeirense. Passes esses que Dudu e Thiago Galhardo, que vinham atualizando centralizados na equipe, pouco deram no ano. Segundo o Footstats, são 10 assistências de Bruno em apenas cinco jogos - nenhum completo -, contra três de Galhardo em seis atuações e somente um do jovem meia em três partidas.

MEIAS CENTRAIS DO VASCO EM 2019

- Dados do Footstats e OGol

- Bruno César - 5 jogos - 222 minutos em campo - 0 gols - 1 passe para gol - 10 assistências para finalização

- Thiago Galhardo - 6 jogos - 355 minutos em campo - 1 gol - 0 passes para gol - 3 assistências para finalização

- Dudu - 3 jogos - 176 minutos em campo - 1 gol - 0 passes para gol - 1 assistência para finalização

Esporte