PUBLICIDADE
Topo

Confira grandes jogadores brasileiros que passaram pelo Shakhtar Donetsk

20/02/2019 13h43

O Shakthar Donetsk é um dos times mais brasileiros da Europa. Atualmente, o clube ucraniano conta com onze jogadores tupiniquins em seu elenco, como Alan Patrick, Maycon, Wellington Nem, Dentinho e Taison. A equipe, historicamente, tem uma relação estreia com o Brasil.

Muitos craques de atualmente passaram pelo Shakthar antes de brilharem em outros clubes europeus. É o caso de Willian, um dos maiores ídolos recentes do Chelsea e Douglas Costa, atualmente na Juventus, mas que também já defendeu o Bayern de Munique. Relembre outros grandes jogadores com passagem pelo clube ucraniano.

ANTES DO CHELSEA

O atacante do Chelsea começou sua carreira no Corinthians, clube em que foi revelado. O Shakhtar contratou o atacante, em 2007, por 11 milhões de euros. Foram seis anos no clube ucraniano, com 275 partidas disputadas, com 221 partidas, 37 gols e 63 assistências, além de cinco títulos do Campeonato Ucraniano.

CITIZEN

Revelado pelo Athletico Paranaense, em 2002, Fernandinho foi contratado pelo Shakhtar, por 7,8 milhões de euros, em 2005. Permaneceu no clube por oito anos, antes de se transferir para o Manchester City, onde fez história e está até hoje. Na Ucrânia, foram 281 jogos, com 52 gols e 50 assistências, além de sete títulos do Campeonato Ucraniano e cinco da Copa da Ucrânia.

INÍCIO NA EUROPA

Douglas Costa começou a carreira no Grêmio e deixou o Tricolor, em 2010, rumo ao Shakhtar Donetsk. No clube ucraniano, foram 202 jogos, com 38 gols e 40 assistências, além de cinco títulos do Campeonato Ucraniano. Depois foi para o Bayern de Munique e, atualmente, defende a Juventus.

CORINTIANO NA UCRÂNIA

O meia do Corinthians, Jadson, também fez história no Shakhtar. De 2004 a 2011, foram 272 jogos e 89 gols, além de seis Campeonatos Ucranianos, duas Copas da Ucrânia e uma Supercopa.

COMEÇO

Até julho de 2018, Fred defendia o Shakhtar Donetsk. As boas atuações, em cinco anos de clube, renderam uma contratação para o Manchester United, clube que defende atualmente. Na Ucrânia, o volante participou de 155 jogos, com 15 gols e 15 assistências, além disso conquistou três títulos do Campeonato Ucraniano.

DEPOIS DO PEIXE

Com passagens vitoriosas por Santos, Grêmio, Flamengo e Manchester City, Elano defendeu o Shakthtar Donetsk, por dois anos, de 2005 a 2007, logo depois que deixou o Peixe. Ao todo, foram 68 jogos, com 21 gols e nove assistências.

ALTOS E BAIXOS

Bernard conquistou uma Libertadores com o Atlético-MG (2013) e, logo depois, foi negociado com o Shakhtar Donetsk. Pelo clube ucraniano, o atacante alternou momentos bons e ruins. Permaneceu na equipe por cinco anos, com 157 partidas, 28 gols e 35 assistências. Atualmente defende o Everton.

NOTORIEDADE NA EUROPA

Luiz Adriano deixou o Shakhtar, em 2015 e foi para o Milan, onde permaneceu até 2017. Revelado pelo Internacional, começou sua carreira na Ucrânia em 2007. Ao todo, foram 130 gols e 41 assistências em 265 partidas, além da conquista de seis títulos do Campeonato Ucraniano. Atualmente defende o Spartak Moscou.

ARTILHEIRO

Revelado pelo Vasco da Gama, Alex Teixeira deixou o clube com status de promessa e foi para o Shakhtar, em 2010. Permaneceu no clube por seis temporadas, antes de ir, em 2016, para o Jiangsu Suning. Na Ucrânia, foram 224 jogos, com 80 gols e 24 assistências, além cinco títulos do Campeonato Ucraniano, duas Copas da Ucrânia e quatro Supertaças. Foi duas vezes artilheiro do clube em uma temporada.

Esporte