PUBLICIDADE
Topo

Chapecoense empata em casa e dá adeus à Copa Sul-Americana na primeira fase

Walter Bou marcou para o Unión La Calera, que garantiu a vaga em Chapecó - Diego Vara/Reuters
Walter Bou marcou para o Unión La Calera, que garantiu a vaga em Chapecó Imagem: Diego Vara/Reuters

19/02/2019 23h50

O Unión La Calera (CHI) escreveu hoje aquele que, certamente, é um dos capítulos mais gloriosos de sua história. Frente à Chapecoense na primeira fase da Copa Sul-Americana 2019, em jogo na cidade de Chapecó, os chilenos conseguiram ficar na igualdade por 1 a 1 mesmo com um jogador a menos e, com isso, seguem em frente na disputa de seu primeiro mata-mata continental.

Bastaram quatro minutos para que Yann Rolim cobrasse falta e Everaldo chutasse forte para uma excelente defesa de Augusto Batalla. No rebote, Lourency ainda tentou de cabeça superar o goleiro argentino, mas errou a direção.

Com a proposta de botar a bola no chão e não se limitar a saídas esporádicas, os chilenos até conseguiram em determinado momento envolver com relativa facilidade a zaga catarinense. Para isso, o experiente atacante Larrondo chegou a aparecer pelas pontas e deu passe que, se não fosse o corte de Douglas, certamente criaria problemas ao gol de João Ricardo.

Se nos últimos três jogos o goleiro da Chape havia passado sem sofrer gols, aos 20 min o argentino Walter Bou tratou de acabar com essa marca. Após cobrança de escanteio cortada pelo zagueiro Douglas, Yonathan Andía encontrou a infiltração sem qualquer tipo de marcação de Bou, que tocou para as redes.

Até o intervalo o time catarinense seguiu mais em cima do adversário, mas o nervosismo passou a se tornar mais presente com o placar que eliminava a equipe brasileira. Logo, as jogadas que antes fluíam com mais naturalidade começaram a não aparecer e o clima tenso passou em diversos momentos também para as arquibancadas da Arena Condá.

Aos 41 min, o lateral-esquerdo Erik Figueroa recebeu o segundo cartão amarelo - algo que teve impacto positivo no jogo da Chape. Dois minutos depois, Everaldo infiltrou quase na pequena área e bateu forte para um verdadeiro milagre de Batalla.

A dificuldade de adentrar na zaga adversária no tempo complementar durou apenas cinco minutos. Em jogada bem tramada do ataque, a bola centrada por Bruno Pacheco teve o corta luz preciso de Yann Rolim e o chute ainda mais certeiro de Everaldo: 1 a 1 na Arena Condá.

Novamente usando o lado esquerdo do ataque, Bruno Pacheco avançou e, quando cruzou, viu o goleiro Batalla segurar e soltar rapidamente a bola, mas conseguiu afastar o perigo antes que Everaldo mostrasse todo seu oportunismo.

Apesar de "apertar" o oponente, o volume de jogo da Chapecoense diminuiu bastante depois dos 25 min. Mesmo diante de uma equipe que teve ainda menos oportunidades de jogar em 2019 com apenas três compromissos oficiais, os catarinenses se mostraram bastante afetados com a mistura de ansiedade com afobação nas jogadas ofensivas.

Demonstrando muita maturidade apesar de todas as dificuldades, o La Calera usou os minutos derradeiros para gastar o tempo com lançamentos bem distantes de sua meta e fizeram soltar gritos de alívio dos torcedores que viajaram até Chapecó.

Esporte