Topo

Jean Mota decide, faz dois e Santos vence o Guarani

do UOL

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

2019-02-18T21:53:52

18/02/2019 21h53

O Santos venceu o Guarani por 3 a 0 na noite de hoje no estádio do Pacaembu, em São Paulo, em jogo válido pela sétima rodada do Campeonato Paulista. Os gols foram marcados por Jean Mota, artilheiro isolado do estadual com sete gols, e Rodrygo.

Com o resultado, o Peixe chega a 18 pontos e segue na liderança do grupo A da competição. O Red Bull Brasil vem logo atrás com 14 pontos, seguido pela Ponte Preta, com nove, e o São Caetano, com apenas quatro.

O time do técnico Jorge Sampaoli volta a campo neste sábado, também pelo torneio estadual, para enfrentar o rival Palmeiras, às 19h, no Allianz Parque, em São Paulo.

Santos demora para entrar no jogo, mas chega ao gol

A equipe do Guarani entrou com a proposta de se defender atrás da linha da bola e a tática deu certo durante quase o primeiro tempo inteiro. O Peixe não encontrava espaços e pouco criava, até que aos 37 minutos Victor Ferraz chegou ao fundo com liberdade, tocou para trás para Sánchez bater cruzado e a bola, que ia para fora, encontrar o pé esquerdo de Jean Mota dentro da pequena área para abrir o placar. 

Guarani sai para o jogo e partida fica aberta

Atrás no placar, o Guarani visitou mais o campo de ataque no segundo tempo e levou perigo. Thiago Ribeiro acertou um chute de fora da área e obrigou Vanderlei a praticar bela defesa. Logo depois, Fernando Viana foi lançado pelo meio, driblou o goleiro santista, mas perdeu a passada e acabou saindo com bola e tudo. O Santos também chegou com perigo. Sánchez bateu de longe e a bola tocou a parte superior da rede. Rodrygo cruzou rasteiro e a zaga do Guarani quase marcou contra, mas Giovanni salvou. Em cobrança de falta, o Peixe chegou ao segundo gol, novamente com Jean Mota, que cobrou com precisão no pé da trave do goleiro do Guarani. No final, ainda deu tempo para o apagado Derlis González conseguir um cruzamento para Rodrygo, no segundo pau, tocar de cabeça para o fundo das redes.

Jean Mota decide e é o melhor em campo

Ivan Storti/Santos FC
Imagem: Ivan Storti/Santos FC

O Santos vinha com dificuldades de criação no primeiro tempo diante de um Guarani bem postado defensivamente, mas aí brilhou a estrela de Jean Mota. O chute meio torto do uruguaio Carlos Sánchez encontrou justamente o pé esquerdo do artilheiro do Paulistão dentro da pequena área para balançar as redes e abrir caminho para a vitória. No segundo tempo o mesmo Jean Mota cobrou falta da lateral direita da área e fez o segundo dele.

Pior em campo: Sánchez não repete boas atuações

O uruguaio Carlos Sánchez não conseguiu repetir as boas atuações dos últimos jogos. Apagado na criação de jogadas, pouco ajudou e levou sorte no chute torto que encontrou o pé de Jean Mota dentro da área e virou gol. Dentro da boa atuação do ataque do Peixe, o uruguaio foi quem menos se destacou.

Alison recebe terceiro amarelo e está fora do clássico

Ivan Storti/Santos FC
Imagem: Ivan Storti/Santos FC

O volante Alison chegou atrasado em um lance no meio-campo, fez uma falta boba e recebeu o terceiro cartão amarelo. Ele terá de cumprir suspensão automática na próxima partida e está fora do clássico contra o Palmeiras, neste sábado, às 19h. Sampaoli terá várias opões para o lugar do volante, entre elas o jovem Jean Lucas, que chegou recentemente do Flamengo e estreou diante do Guarani, o próprio Diego Pituca mais recuado abrindo espaço para um atacante como Rodrygo, ou até mesmo um zagueiro, alternando a formação para um 3-5-2.

FICHA TÉCNICA
Santos 3 x 0 Guarani

Data: 18 de fevereiro de 2019 (segunda-feira)
Horário: 20h (de Brasília)
Local: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Árbitro: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral
Assistentes: Neuza Ines Back e Leandro Matos Feitosa

Público pagante: 12.952
Público total: 14.708
Renda: R$ 399.272, 00

Amarelos: Alison, pelo Santos; Victor Ramos, pelo Guarani.

Gols: Jean Mota, aos 37 minutos do primeiro tempo e aos 35 do segundo tempo, e Rodrygo, aos 45 do segundo tempo.

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Gustavo Henrique, Felipe Aguilar e Copete; Alison (Jean Lucas), Diego Pituca, Carlos Sánchez (Yuri) e Jean Mota; Derlis González e Cueva (Rodrygo). Técnico: Jorge Sampaoli

GUARANI: Giovanni; Léo Príncipe, Ferreira, Victor Ramos e William Matheus (Inácio); Deivid (Carlinhos), Ricardinho e Thiago Ribeiro; Lucas Crispim (Álvaro), Jefferson Nem e Fernando Viana. Técnico: Osmar Loss

Mais Esporte