PUBLICIDADE
Topo

Procurador do TJD-RJ denuncia Flu, que pode ser excluído do Carioca

18/02/2019 17h54

A final da Taça Guanabara acabou dentro de campo com a vitória do Vasco, mas ainda está longe de terminar nos bastidores. Nesta segunda-feira, o Fluminense foi denunciado por André Valentim, procurador-geral do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ), e pode ser excluído do atual Campeonato Carioca.

A notícia foi divulgada primeiramente pelo "UOL" e confirmada pelo LANCE!. O procurador-geral denunciou o Fluminense no artigo 231 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que diz respeito a um clube procurar a Justiça Comum antes da Desportiva, como o Tricolor fez no sábado antes do jogo, com uma liminar que proibia a entrada de torcedores no Maracanã.

André Valentim confirmou à reportagem que, se a denúncia for acolhida, o Fluminense será excluído apenas desse Campeonato Carioca, como a lei indica, e não sofrerá o mesmo risco para torneios futuros. Na mesma denúncia, o procurador-geral pediu uma liminar, que será julgada pelo relator a qualquer momento, o que pode fazer com que uma decisão seja válida antes do julgamento do mérito pelo colegiado do TJD-RJ.

Além do clube em si, o presidente Pedro Abad foi denunciado pelo mesmo procurador-geral, sendo enquadrado dentro do artigo 243-D do CBJD, que diz respeito à incitação pública de ódio ou violência. Ao LANCE!, André Valentim explicou que buscou o TJD-RJ após a entrevista do presidente na sede das Laranjeiras, quando o mesmo convocou os torcedores "para a guerra".

Se condenado, o mandatário pode ficar afastado de um a dois anos do futebol. A expectativa para o julgamento das denúncias, após a liminar em relação à exclusão do Tricolor do Estadual, ser proferida é de cerca de um mês e o Fluminense pode recorrer.

Esporte