PUBLICIDADE
Topo

Exame indica Felipe Pires vetado no Palmeiras por até duas semanas

18/02/2019 18h17

A lesão no tornozelo direito de Felipe Pires não é tão grave quanto se imaginava. Exames realizados nesta segunda-feira apontaram uma entorse no tornozelo direito do atacante, que se machucou com seis minutos em campo no 0 a 0 diante da Ferroviária, nesse domingo, e ele deve desfalcar o Palmeiras por até duas semanas.

O técnico Luiz Felipe Scolari chegou a falar em perder o jogador por "20, 30 dias". Mas a informação, dada inicialmente pelo Globo Esporte, é de que não foi detectada nenhuma fratura ou lesão mais grave no local em que o jogador levou um pisão, logo no começo do segundo tempo, depois de entrar no lugar de Carlos Eduardo, no intervalo.

Por enquanto, é dado como certo que Felipe Pires não terá condições de enfrentar o Santos, no sábado, no Allianz Parque, próximo compromisso da equipe. Mas existe a expectativa de tê-lo à disposição já contra o Ituano, no dia 27, novamente no estádio do Verdão, também pelo Campeonato Paulista.

Entre os inscritos no Estadual, quem também será desfalque é Gustavo Scarpa. Na segunda-feira passada, na vitória por 2 a 0 sobre o Bragantino, no Pacaembu, o meia levou uma tesoura por trás e sofreu uma entorse no tornozelo esquerdo, podendo ficar fora por mais duas semanas.

O departamento médico do Verdão ainda conta com o atacante Willian, que passou por cirurgia no joelho direito em dezembro e terá condições de somente entrar em campo no segundo semestre. O centroavante Arthur Cabral, vindo do Ceará, queixou-se de dores no púbis, fez um trabalho particular nas últimas semanas e não foi inscrito no Campeonato Paulista.

O Palmeiras teve folga nesta segunda-feira e volta a trabalhar na Academia de Futebol na tarde desta terça-feira, quando os jornalistas, como já é costume, poderão acompanhar apenas os primeiros minutos da atividade. No sábado, está marcado para as 19h o clássico diante do Santos, no Allianz Parque, pela oitava rodada do Campeonato Paulista.

Esporte