PUBLICIDADE
Topo

CEO do Inter de Milão esclarece questões sobre o 'caso Icardi'

18/02/2019 10h15

A renovação de Icardi com a Internazionale segue indefinida. Neste domingo, em entrevista ao programa 'Tiki Taka', a esposa e empresária do jogador chorou ao vivo ao comentar a retirada da braçadeira de capitão do atacante, o apedrejamento de seu carro pela torcida da Inter de Milão e a renovação. O presidente executivo do clube italiano, Beppe Marotta, ligou para o programa e esclareceu algumas questões.

- Nós queremos apagar essa polêmica, devolver a serenidade a todos, em primeiro lugar, a Wanda e Mauro. Tirar a braçadeira não foi um castigo. Somos todos uma família, ás vezes os pais tem que tomar decisões durtas para que os filhos cresçam. Explicamos a situação pessoalmente ao Mauro. Vejo Wanda chorando e sinto muito. O que fizemos foi para o bem de Icardi, do clube e dos torcedores - pontuou o dirigente

O italiano também falou sobre a renovação do atleta, que ainda não chegou a uma indefinição. Marotta não quis entrar em detalhes, mas apresentou um compromisso de chegar a um acordo, seja para permanência ou para a saída.

- Os convido a aceitarem nossa decisão com serenidade, era justo faze-la por motivos que conhecemos e não é justo comentar publicamente. Com Wanda tenho um compromisso: apresentar uma proposta de renovação e darmos um ponto final nisso tudo, para que, sem dúvida, possam decidir tranquilamente se decidem aceitar ou não - finalizou

Esporte