PUBLICIDADE
Topo

Relembre camisas com homenagens usadas por clubes de futebol

15/02/2019 20h22

A homenagem feita pelo Vasco às vítimas do incêndio no Ninho do Urubu com a inclusão de uma bandeira do Flamengo na camisa usadas no jogo contra o Resende, na última quarta-feira, suscitou polêmica nas redes sociais e até mesmo dentro do clube. Mas edições especiais de uniformes como forma lembrança de algum fato ou pessoas que se foram não são novidade no mundo do futebol.

Nos últimos anos, personagens de Ariano Suassuna, heróis afrodescendentes e até mesmo o guerrilheiro Ernesto Che Guevara foram lembrados por clubes, no Brasil e no exterior.

Confira alguns uniformes com edições especiais :

Sport - Personagens de Ariano Suassuna

Em 2014, após a morte do escritor e dramaturgo Ariano Suassuna, os jogadores do Sport entraram em campo com camisas estampadas com nomes de personagens do autor de "Auto da Compadecida". Chicó, João Grilo e Cangaceiro saíram das páginas dos livros de Suassuna para o gramado. Ariano era um dos torcedores ilustres do Leão.

Bahia - Dia da Consciência Negra

Em novembro do ano passado, mês em que se comemora o Dia da Consciência Negra, o Esporte Clube Bahia homenageou alguns personagens afrodescendentes historicamente importantes para os baianos. O time do lembrou vinte nomes consagrados do Movimento Negro, todos eles honrados nos uniformes vestidos pelos jogadores.

Na lista de homenageados: Zumbi dos Palmares, Milton Santos, Dandara, Moa do Katendê, Luiza Bairros, Ganga Zumba, Maria Felipa, Mãe Menininha, Luis Gama, Batatinha, Ederaldo Gentil, Neguinho do Samba, Mestre Bimba, Luísa Mahin, Jonatas Conceição, Teodoro Sampaio, Biriba, Carlito, Manoel Querino e Edison Carneiro.

Corinthians - Dia das Mães

Em 2011, na final do Campeonato Paulista contra o Santos, os jogadores do Corinthians não puderam passar o Dia das Mães com as famílias poe estarem concentrados para a partida. O elenco do Timão, no entanto, não deixou a data passar em branco e trouxe na camisa uma bonita homenagem. Cada jogador teve o nome da sua mãe estampado na parte de trás do uniforme. Dentinho, por exemplo, homenageou a mãe Eunice.

Chapecoense - Camisa com 71 estrelas após um ano da tragédia

Um ano após o trágico acidente de avião na Colômbia, a Chapecoense fez uma homenagem às 71 vítimas, em amistoso contra o Barcelona, no Camp Nou. Os jogadores da equipe catarinense usaram uma camisa especial. O tradicional verde deu lugar a um uniforme branco, com 71 estrelas, representando os jogadores, funcionários do clube e jornalistas mortos.

Flamengo - Jogadores do Vasco participaram de homenagem

Em dezembro de 1955, Vasco e Flamengo formaram um único time para enfrentar um combinado Racing x Independiente no Maracanã. A partida foi em homenagem ao presidente rubro-negro Gilberto Cardoso, falecido no mês anterior. Os dois arqui-rivais uniam forças e ídolos do Cruz-Maltino como Parodi, Ademir Menezes e Vavá vestiram o uniforme rubro-negro, usado pelo time combinado.

Madureira lembrou viagem a Cuba com camisa de Che Guevara

Em 2013, Carlos Gandola, vice-presidente de marketing do Madureira resolveu lembrar uma excursão da equipe a Cuba 50 anos antes, em 1963. Para marcar a data, o clube do Subúrbio carioca fez uma camisa com a estampa do rosto de Ernesto Che Guevara, um dos líderes da Revolução Cubana, ao lado de Fidel Castro, que derrubou o ditador Fulgencio Batista do poder.

Náutico - homenagem a Eduardo Campos

Em agosto de 2014, o Náutico fez uma homenagem ao político Eduardo Campos, morto em um acidente de avião em Santos, durante campanha eleitoral para Presidente da República. O time de Recife usou uma camisa estampada com uma faixa preta com a frase: "Não vamos desistir do Brasil" e o rosto de Campos, torcedor do clube.

Vitória tirou o vermelho da camisa para incentivar doação de sangue

Em 2012, o Vitória lançou uma ação que buscava incentivar a doação de sangue. O Rubro-Negro baiano decidiu retirar a cor vermelha do seu uniforme. A campanha "meu sangue é rubro-negro" tinha a missão de incentivar os torcedores do clube a doar sangue até que o vermelho fosse devolvido ao uniforme, gradativamente, conforme o avanço dos estoques.

Brasiliense - fez camisa em homenagem ao Dia do Rock

Em 2010, o Brasiliense conhecido por seu uniforme amarelo, fez uma camisa especial para comemorar o Dia Mundial do Rock, de cor predominante azul. A escolha tinha como referência a a cor do jeans, tecido muito usado por rockeiros. A camisa também trazia uma cruz negra e detalhes com caveiras, símbolos muito comuns entre os que ouvem o gênero musical.

Manchester United fez camisa com estampa de Leopardo

Surfando na onda do popular game FIFA, o Manchester United lançou nova camisa, como fruto de uma parceria entre a Adidas e a Electronic Arts, com uma estampa de leopardo de gosto duvidoso. A indumentária não foi utilizada pelos Red Devils em campo, pois a reação dos torcedores foi muito negativa, após o anúncio da novidade pelas redes sociais. A tiragem ficou limitada unicamente aos fãs do game.

Esporte