PUBLICIDADE
Topo

L! Espresso: No clássico da superação, coletivo do Flu supera estrelas do Fla

15/02/2019 09h55

Nelson Rodrigues dizia que o Fla-Flu começou 40 minutos antes do nada, tamanha a magnitude da rivalidade. O clássico desta quinta no Maracanã fez justiça à frase do cronista. Muito além da disputa por uma vaga na final da Taça Guanabara contra o Vasco, a partida foi marcada pelo silêncio respeitoso e as homenagens às vítimas do Ninho do Urubu antes de a bola rolar. Após o primeiro apito, o que se viu foi um Fluminense dominante, que só falhou em ser mais incisivo no primeiro tempo. Do outro lado, um Flamengo distraído, fraco na marcação e sem o brilho de suas valiosas contratações. Os tricolores cumpriram à risca o dogma de Fernando Diniz, com mais de 60% de posse de bola. O prêmio veio nos acréscimos da partida, em uma leve ironia: dos pés de Arrascaeta, a contratação mais cara da história do futebol brasileiro, saiu o gol do Fluminense. O meia uruguaio perdeu uma bola perto da entrada da área, iniciando uma jogada rápida que resultou no cruzamento rasteiro de Airton para Luciano estufar as redes. Gol e vitória de quem jogou como um time, ignorando o abismo técnico que separa os dois elencos.

Quer ler mais opinião e informação todos os dias? O LANCE! Espresso é uma newsletter gratuita que chega de manhã ao seu e-mail, de segunda a sexta. É uma leitura rápida e saborosa como aquele cafezinho de todos os dias, que vai colocar você por dentro das principais notícias do esporte. A marca registrada do jornalismo do LANCE!, com análises especiais. Clique aqui e inscreva-se.

Esporte