PUBLICIDADE
Topo

Gustagol sobe na artilharia do ano no Brasil; Ricardo Oliveira e Gilberto disparam

15/02/2019 11h39

A briga pela artilharia do ano no Brasil entre os jogadores dos clubes da Série A promete ser bastante acirrada em 2019. Isso porque alguns dos principais nomes das equipes vêm brilhando desde o início da temporada, e parece que não diminuirão o ritmo tão cedo.

No meio de semana, que contou com jogos da Copa do Brasil, Libertadores e Copa Sul-Americana, além das semifinais da Taça Guanabara, no Rio de Janeiro, Ricardo Oliveira, do Atlético Mineiro, Gilberto, do Bahia, e Gustavo, do Corinthians, confirmaram o bom momento vivido e balançaram as redes novamente. Confira o ranking atualizado:

1º - RICARDO OLIVEIRA - ATLÉTICO-MG - 9 GOLS

A fase vivida por Ricardo Oliveira é realmente impressionante. Aos 38 anos de idade, o atacante do Galo chegou aos nove gols marcados em apenas cinco partidas disputadas na temporada. Uma média de quase duas bolas na rede por jogo.

Contra o Danubio, do Uruguai, no meio de semana, o centroavante marcou duas vezes na vitória do Galo por 3 a 2, que classificou a equipe para a próxima fase da Copa Libertadores. No jogo de ida, os mineiros haviam empatado em 2 a 2, também com dois gols de Ricardo.

2º - GILBERTO - BAHIA - 8 GOLS

Foram 25 jogos e 9 gols marcados em 2018. Este ano, em apenas sete partidas, Gilberto, do Bahia, já balançou as redes oito vezes, seguindo à caça de Ricardo Oliveira no ranking dos goleadores dos times da Série A na temporada.

Na última quarta-feira, pela Copa do Brasil, o atacante marcou duas vezes no empate em 2 a 2 do Tricolor com o Rio Branco, do Acre, que classificou os baianos para a próxima fase da competição.

3º - PATRICK FABIANO - CSA - 6 GOLS

Uma das surpresas do ranking de artilheiros neste início de temporada, Patrick Fabiano não entrou em campo neste meio de semana. Com o CSA eliminado da Copa do Brasil pelo Mixto e longe das competições sul-americanas, o atacante se manteve com seis gols em oito jogos na temporada.

Contratado este ano pelo clube alagoano, Patrick não jogava no futebol brasileiro desde 2011, quando defendeu o Athlético Paranaense. Desde então, o jogador vinha atuando no futebol árabe.

4º - GUSTAVO - CORINTHIANS - 5 GOLS

Nem Boselli, nem Vagner Love. O atacante que vem se destacando com a camisa do Corinthians na temporada é Gustavo. De volta ao clube após um ano emprestado ao Fortaleza, onde marcou 30 gols em 2018, o centroavante já balançou as redes cinco vezes em oito jogos-oficiais em 2019 - marcou também um gol no amistoso contra o Santos, que não entrou na contagem.

Nesta quinta-feira, o centroavante mais uma vez foi fundamental para a equipe. De cabeça, marcou o gol de empate - 1 a 1 - contra o Racing, da Argentina, que impediu a derrota da equipe no jogo de ida da Copa Sul-Americana.

4º - LUCIANO - FLUMINENSE - 5 GOLS

Autor de 5 gols em 24 jogos com a camisa do Fluminense em 2018, Luciano já igualou sua marca em 2019, tendo disputado apenas sete partidas pelo Tricolor na temporada. O último deles, decisivo.

O atacante marcou seu quinto gol no ano no Fla-Flu desta quinta-feira, que terminou com a vitória do time das Laranjeiras por 1 a 0. O tento classificou o clube para a final da Taça Guanabara, onde enfrentará o Vasco.

4º - JEAN MOTA - SANTOS - 5 GOLS

Artilheiro do Campeonato Paulista com cinco gols, Jean Mota foi um dos poucos goleadores da temporada que passaram em branco neste meio de semana. Ele, e todo o time do Santos.

A equipe santista atuou pela Copa Sul-Americana, na terça-feira, e não saiu do 0 a 0 contra o time do River Plate, do Uruguai, atuando fora de casa. Com isso, Jean se manteve com cinco gols marcados em 2019, número que já é o ser recorde pelo Peixe.

4º - MICHAEL - GOIÁS - 5 GOLS

Líder de assistências da última Série B, Michael começou 2019 com o faro de gols mais apurado. Autor de sete gols em 50 partidas em 2018, o jovem atacante do Goiás já estufou as redes cinco vezes em apenas sete jogos.

Neste meio de semana, Michael passou em branco na vitória goiana por 2 a 0 sobre o Sergipe, pela Copa do Brasil. Ainda assim, o atacante segue sendo um dos principais artilheiros do ano no Brasil.

Esporte