PUBLICIDADE
Topo

Diniz mostra confiança após vitória do Flu: 'Gosto de correr riscos'

14/02/2019 23h53

O Fluminense deixou o Maracanã, na noite desta quinta-feira, classificado para a final da Taça Guanabara com o Vasco no próximo domingo. O time comandado por Fernando Diniz derrotou o Flamengo por 1 a 0, com um gol de Luciano, aos 48 minutos do segundo tempo. O resultado coroou o esforço da equipe que teve mais posse de bola e buscou o jogo até o fim. Após a partida, o comandante tricolor fez a sua análise da partida, em entrevista coletiva.

- Quando o resultado vem, os comentários sobre o time são positivos. Se o resultado fosse negativo, estaríamos sendo criticados agora. Mas, além do resultado do jogo, tenho convicções muito fortes e assumo riscos pelo que acredito. Gosto de correr riscos que acho pertinentes. Foi conversado no intervalo que, se o jogo continuasse 0 a 0, seríamos mais agressivos em campo. Fomos coroados com o trabalho coletivo e esforço dentro de campo em busca do resultado até o fim - afirmou Diniz.

O técnico também elogiou o sistema de marcação do Flu, que considera parte fundamental do esquema do time de jogar com mais volume de jogo e posse de bola. O Flamengo teve poucas chances claras de gol, ao apostar nos contra-ataques e erros do adversário.

- Uma das características de uma equipe que gosta de ter a posse de bola e jogar junto é marcar em conjunto. Procuramos adiantar o time e pressionar juntos. Se deixarmos espaços por dentro, seremos presas fáceis. Estamos no início de trabalho e temos coisas ainda para melhorar. Vamos descansar para o jogo de domingo com o Vasco. Agora o time precisa virar a página e pensar no vasco - analisou Diniz.

Apesar da Taça Guanabara não garantir vaga automática na final do Campeonato Carioca como em outros anos, Diniz considera o aspecto simbólico de uma conquista, um fator importante para o clube e para a torcida.

- A Taça Guanabara perdeu glamour pelo formato do campeonato, pois ela já não te garante nada, não dá vaga automática na final. O que o Carioca ainda tem é o charme de ter um nome para a taça do primeiro turno, o que não acontece em nenhum lugar do Brasil. Ela também ainda tem um valor simbólico muito grande. Não dá garantia de vaga na final, mas simbolicamente é uma decisão para o torcedor. Por isso o jogo de hoje teve carga emocional grande. Para o torcedor essas conquistas continuam sendo muito importantes - finalizou.

O Flu enfrenta o Vasco, que superou o Resende na outra semifinal, no próximo domingo, no Maracanã. A partida está marcada para as 17h. Na final da Taça Guanabara não há vantagem do empate por melhor campanha. Em caso de igualdade no placar, a decisão será na cobrança de pênaltis.

Esporte