PUBLICIDADE
Topo

Confira o que rolou de melhor na primeira semana de oitavas de finais da Liga dos Campeões da Europa

14/02/2019 15h44

A Liga dos Campeões está de volta e esta semana vimos grandes duelos dentro de campo pela primeira rodada de oitavas de finais da competição. Com direito ao grande jogo entre Manchester United e PSG, e com a primeira vez do VAR na Liga, grandes momentos aconteceram e o LANCE! destaca quais foram eles.

Vale lembrar que na próxima semana as oitavas de finais continuam sendo disputadas, mas dessa vez teremos os confrontos entre Lyon e Barcelona, Liverpool e Bayern, Atlético de Madrid e Juventus, além de Schalke 04 e Manchester City.

PSG, MESMO COM DESFALQUES, SE AGIGANTA EM OLD TRAFFORD

Nem a grande sequência invicta do United foi páreo para o Paris Saint-Germain. O time francês, mesmo desfalcado de duas de suas maiores estrelas, Cavani e Neymar, não titubeou fora de casa e venceu o Manchester United por 2 a 0, em pleno Old Trafford, garantindo uma enorme vantagem para o jogo de volta, no Parc des Princes.

Mbappé, que viu a responsabilidade de chamar o jogo para si com as ausências de Neymar e Cavani, jogou muita bola e marcou o segundo gol do PSG na partida da última terça-feira. Kimbempe, zagueiro, fez seu primeiro gol como profissional e abriu o caminho para vitória parisiense em Old Trafford.

POGBA EXPULSO E CLASSIFICAÇÃO DISTANTE

Se pelo lado do Paris Saint-Germain a partida foi um conto de fadas, para o Manchester United os 90 minutos foram de um pesadelo. Sem conseguir apresentar o futebol que garantiu 11 jogos invictos no comando de Solskjaer, o time inglês viu o PSG abrir boa vantagem para o jogo de volta, no dia 6 de março.

Além de desvantagem e de precisar vencer por três gols de diferença para conseguir a classificação, o United terá que se desdobrar para suprir a suspensão de Pogba, que nos minutos finais de jogo em Old Trafford, recebeu o segundo amarelo e foi expulso de jogo, complicando ainda mais a vida dos Diabos Vermelhos.

ZANIOLO BRILHA E PÕE ROMA EM VANTAGEM

No outro jogo da terça-feira de Champions, a Roma sofreu mas conseguiu arrancar a vitória frente ao Porto, dentro de casa, com uma atuação de gala do jovem italiano Nicolo Zaniolo, que marcou os dois gols do time da capital italiana na vitória por 2 a 1.

Entretanto, o resultado que poderia ser uma grande vantagem para Roma passou a ser vantagem mínima, já que com o gol marcado fora de casa, o Porto, dos brasileiros Alex Telles e Eder Militão, precisa apenas de uma vitória mínima para garantir a classificação no Estádio do Dragão em 6 de março.

PASSEIO INGLÊS

Apesar dos desfalques de seus dois melhores jogadores, Harry Kane e Dele Alli, o Tottenham mostrou sua força e conseguiu um resultado extraordinário em Wembley. Com um segundo tempo arrasador, os Spurs bateram o Dortmund por 3 a 0 e estão com um pé nas quartas de final.

Apesar do primeiro tempo ter sido todo do time alemão, os ingleses souberam sofrer e aproveitaram as chances na etapa final para abrir três gols no confronto, que dão a vantagem de poder perder por até dois gols de diferença no Signal Iduna Park.

VINICIUS JUNIOR DECISIVO

Destaque do Real Madrid na temporada, o brasileiro Vinicius Junior foi novamente peça importante para o time espanhol. Válvula de escape do Real durante o primeiro tempo de jogo, o camisa 28 foi quem levou mais perigo ao gol do Ajax na etapa inicial.

Já no segundo tempo, logo no início, Vinicius foi quem puxou o contra-ataque e fez a bela jogada do gol que abriu o placar da partida para o Real Madrid. O brasileiro deixou dois zagueiros na saudade até rolar para Benzema marcar o gol do Real. Foi substituído aos 36 minutos do segundo tempo.

AJAX FULMINANTE

Apesar de ter como adversário o atual tricampeão europeu e dono de 13 taças da Liga dos Campeões, a jovem e valente equipe do Ajax fez uma partida praticamente perfeita no gramado da Johan Cruiff ArenA e encarou o Real de igual para igual.

Com marcação alta e pressão constante, o Ajax colocou o Real em apuros na etapa inicial e teve grandes chances de colocar vantagem no placar. Com direito a bola na trave e gol anulado pelo VAR, os holandeses tiveram azar ao ver o Real ser preciso na hora de marcar e os espanhóis saíram com a vitória.

VAR HISTÓRICO

Pela primeira vez na história da Liga dos Campeões, o árbitro de vídeo foi usado para anular uma marcação do juiz de campo. Foi precisamente aos 38 minutos do primeiro tempo entre Ajax e Real Madrid, quando Tagliafico cabeceou a bola, após falha de Courtois e colocou o time holandês na frente.

Entretanto, após toda comemoração do gol, o VAR entrou em ação e informou o árbitro principal, Damir Skomina, de que havia alguma irregularidade na jogada. Foi aí que o juiz de campo foi até o monitor do VAR e voltou atrás em sua marcação, por conta de Tadic, impedido, ter interferido na jogada atrapalhando Courtois.

Esporte