PUBLICIDADE
Topo

Sampaoli destaca empenho, mas afirma: 'Não fomos contundentes'

12/02/2019 22h02

A partida do Santos não foi uma das piores, porém o resultado não agradou a comissão técnica e jogadores. Após empate sem gols contra o River Plate-URU, pela primeira fase da Copa Sul-Americana, o técnico Jorge Sampaoli afirmou que faltou contundência para balançar as redes, apesar do controle do Peixe.

- O controle da partida foi favorável ao Santos, o River complicou em algumas jogadas profundas, principalmente depois da expulsão. A expulsão aos 25 minutos deu o controle da partida. Tivemos chances claras para ganhar no segundo tempo como no primeiro, mas não fomos contundentes. Não pudemos converter - disse.

- Porque não tivemos as mesmas chances de sempre e capacidade de completar. Isso não me preocupa muito. Viemos ao Uruguai, contra uma equipe forte coletivamente, defensivamente, criamos bastante chances, a ideia e a forma se manteve aqui - complementou.

Jorge Sampaoli também comentou sobre a opção por colocar Orinho, de lateral, e Copete, de atacante. Ambos renderam abaixo do esperado na partida desta terça-feira.

- Porque a partida merecia essa leitura, esse critério. Jogar com um lateral a um extremo. E no decorrer do tempo, saber que podíamos chegar por dentro. O plano de jogo foi esse - disse.

Perguntado sobre a falta de centroavante na equipe, o treinador salientou que o time teve oportunidades de gols, mesmo que não tenha balançado a rede.

- Não (senti falta), criamos chances, estamos sempre com jogadores com ambição para o gol. Tenho que construir uma equipe que resolva às vezes na capacidade que não tem em jogadores que não estão. Temos que usar o que temos, e ser uma equipe que busque protagonismo e que potencialize suas capacidades - afirmou.

Para finalizar, o comandante também comentou sobre a volta do jovem Rodrygo, que estava com a Seleção Brasileira Sub-20, no Campeonato Sul-Americano.

- Um jovem que esperamos que chegue e por sua capacidade, quero conhecê-lo, vamos ver de que maneira pode ajudar a equipe - concluiu.

Agora, o Santos terá de se recuperar na partida de volta que acontece, dia 26, no Pacaembu. Uma vitória simples classifica o Peixe para a segunda fase da Copa Sul-Americana. Caso contrário, estará eliminado da competição precocemente.

Esporte