Topo

Pressionado, São Paulo decide a vida na Libertadores contra o Talleres

12/02/2019 13h41

São Paulo, 12 fev (EFE).- Com desfalques importantes e pressionado a vencer por três gols após a derrota por 2 a 0 em Córdoba, o São Paulo receberá o Talleres no estádio do Morumbi nesta quarta-feira, às 21h30 (horário de Brasília), pela partida de volta da segunda fase preliminar da Taça Libertadores.

O tricolor chega ao jogo decisivo em um momento delicado. Contando com o tropeço na ida, a equipe treinada por André Jardine acumula quatro derrotas nos últimos cinco jogos. Inclusive, o gol marcado na vitória por 1 a 0 sobre o São Bento foi o único da equipe nessa sequência.

Caso o São Paulo vença o Talleres por 2 a 0 em casa, a vaga na próxima fase do torneio será decidida nos pênaltis, motivo pelo qual um triunfo por três gols de diferença seria o melhor dos mundos para a torcida são-paulina.

Balançando no cargo, Jardine não poderá contar com o volante Hudson, capitão do time, expulso em Córdoba, nem com o substituto direto para a posição, Igor Liziero, que se recupera de uma lesão no tornozelo direito. Também não estarão à disposição os atacantes Rojas, por uma cirurgia no joelho direito, e Brenner, lesionado.

Por outro lado, o técnico terá como opções o volante Luan, que voltou da seleção brasileira que disputou o Sul-Americano Sub-20, e o zagueiro Anderson Martins, já recuperado de uma tendinite no joelho direito.

Diante da provável ausência de Liziero e da necessidade de vencer, o time pode ir a campo com uma formação diferente, com quatro meias ofensivos e o atacante Pablo. Três deles devem ser Hernanes, Nenê e Éverton. A quarta vaga pode ser ocupada por Antony, Helinho ou Biro Biro, além de Gonzalo Carneiro.

O Talleres, que retorna à Libertadores após 17 anos, chega ao jogo decisivo com boa vantagem e deve repetir a mesma escalação da partida anterior.

Prováveis escalações:.

São Paulo: Tiago Volpi; Bruno Peres, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Luan, Hernanes e Nenê; Antony, Everton e Pablo. Técnico: André Jardine.

Talleres: Herrera; Godoy, Tenaglia, Komar e Díaz; Cubas, Guiñazú, Ramírez e Pochettino; Moreno e Palacios. Técnico: Juan Vojvoda.

Árbitro: Roddy Zambrano (Equador) auxiliado pelos compatriotas Christian Lescano e Byron Romero.

Estádio: Morumbi, em São Paulo. EFE

Mais Esporte