Topo

Renato Gaúcho sonha com seleção e afirma: "A minha hora vai chegar"

Lucas Uebel/Grêmio
Renato Gaúcho durante Grêmio x São Luiz-RS Imagem: Lucas Uebel/Grêmio
do UOL

Do UOL, em São Paulo

11/02/2019 23h50

O programa 'Bem, Amigos!" desta segunda-feira (11) contou com a presença de Renato Portaluppi. O treinador do Grêmio afirmou que pretende superar o que fez como atleta e, para isso, tem como grande objetivo assumir o comando da seleção brasileira.

Leia também:

Grêmio propõe contrato a Diego Tardelli com meta de jogos
Brasil se aproxima de amistoso com Panamá para completar data Fifa

Renato destacou no programa sua carreira como jogador, com passagens de sucesso pelo próprio Grêmio, Flamengo e Fluminense, mas afirmou querer deixar uma marca ainda maior como técnico.

"Eu quero viver o presente, sempre. Assim, eu quero ser melhor como treinador que como jogador. Como jogador, eu ganhei muitos títulos e fui pra seleção brasileira, que era o meu grande sonho", declarou Portaluppi.

Questionado sobre o desejo de comandar a seleção brasileira, o técnico não se esquivou e admitiu ser esse seu grande sonho também como treinador.

"O treinador que fala que não quer treinar a seleção brasileira não se garante. Hoje, ela está muito bem servida com o Tite, mas eu sei que minha hora vai chegar. E vou ser técnico da seleção brasileira", complementou.

Além disso, Renato também falou sobre a proposta que recebeu para assumir o Flamengo. No fim, ele renovou com o Grêmio. "Eu balancei com a oferta do Flamengo, sim, não podia ser diferente até pela grandeza do clube, mas eu decidi ficar no Grêmio por conta de um convite do presidente do Grêmio pra ficar mais um ano. Aí, em dezembro, a gente vê de novo", declarou.

Mais Esporte