Topo

Tio de vítima de incêndio agradece torcidas: "Deixaram diferenças de lado"

Bruno Braz / UOL Esporte
Parentes de Samuel Thomas, de 15 anos, no IML após a identificação do corpo Imagem: Bruno Braz / UOL Esporte
do UOL

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

2019-02-10T19:25:43

10/02/2019 19h25

A angústia pela identificação das dez vítimas fatais do incêndio no CT Ninho do Urubu na última sexta-feira (8) acabou sem precisar de DNA neste domingo (10). Tio de Samuel Thomas, último corpo a ser identificado, Arthur Severiano de Souza lembrou da manifestação de apoio da torcida do Flamengo e de outras na Gávea e no Maracanã neste sábado (9) e agradeceu que os torcedores rivais tenham deixado as diferenças de lado em prol dos meninos.

Bruno Braz / UOL Esporte
Primo de Samuel Thomas exibe camisa em homenagem ao jovem Imagem: Bruno Braz / UOL Esporte

"Quero aproveitar e agradecer a torcida do Flamengo que se organizou e gritou o nome do Samuel. Não só a torcida do Flamengo como todas as outras, do Brasil e do mundo. Eles têm suas bandeiras e deixaram as bandeiras e as diferenças de lado para abraçar essa causa", declarou.

Leia também

Emocionado, o parente garantiu não se importar com o fato de Samuel Thomas, de 15 anos, ter sido o último corpo a ser liberado após uma identificação antropológica forense:

"Foi o último dos dez a ser entregue para a família. Meu sobrinho Samuel. Eu estou feliz. Eu não me importava se seria o último ou o primeiro. O que eu queria era enterrar meu sobrinho".

Samuel Thomas será enterrado nesta segunda-feira (11) em São João de Meriti (RJ). O velório acontecerá a partir das 14h.

Mais Esporte