PUBLICIDADE
Topo

Zebra! Relembre os maiores vexames dos times grandes na Copa do Brasil

05/02/2019 11h31

A primeira fase da Copa do Brasil começa nesta terça-feira, com jogos eliminatórios e desafio para vários dos times grandes do país. Fluminense, Botafogo, Corinthians, Santos e Vasco jogam pela permanência no torneio nacional de terça a quinta-feira desta semana. Ao todo, serão 40 confrontos decisivos que levarão 20 times a segunda fase.

Abaixo, o LANCE! relembra algumas das zebras da Copa do Brasil nos últimos anos. Fluminense, Flamengo e Corinthians já perderam finais para times considerados menores. Palmeiras e Vasco são os times que mais passaram vergonha no torneio nacional. Relembre!

ASA X PALMEIRAS - 2002

Em 20 de fevereiro de 2002, o Palmeiras protagonizou um vexame na Copa do Brasil. O Verdão foi eliminado ainda na primeira fase do torneio pelo modesto ASA, de Alagoas, em casa - à época, o estádio ainda era o Parque Antártica. O Palmeiras chegou a vencer o jogo por 2 a 1, mas foi eliminado do torneio pois o rival havia vencido por 1 a 0 na ida e se classificou pelo gol fora de casa.

O Palmeiras coleciona vexames na competição. Em 2003, novamente em casa, o Verdão foi goleado por 7 a 2 pelo Vitória. Em 2011, o Coritiba venceu por 6 a 0 no jogo de ida das quartas de final, no Couto Pereira. Antes disso, em 2007, o Verdão foi eliminado pelo Ipatinga, nos pênaltis. Em 2010, o Palmeiras caiu nas quartas de final da Copa do Brasil, eliminado pelo Atlético-GO.

15 DE NOVEMBRO X VASCO - 2004

Entre 2004 e 2007, o Vasco teve problemas na Copa do Brasil. No primeiro ano da série, o Cruz-Maltino acabou eliminado pelo modesto 15 de Novembro do torneio. Na segunda fase do torneio, a equipe de Campo Bom, do Rio Grande do Sul, empatou em casa em 1 a 1, mas, em São Januário, no Rio de Janeiro, conseguiu se impor e venceu por 3 a 0.

Nas oitavas de final da Copa do Brasil de 2005, foi a vez do Baraúnas, de Mossoró, no Rio Grande do Norte, eliminar a equipe de novo em São Januário e, mais uma vez, com vitória por 3 a 0 na casa vascaína. Os vexames não pararam por aí. Dois anos depois, em 2007, o Gama, do Distrito Federal, venceu o Vasco no Maracanã e eliminou a equipe na segunda fase do torneio.

FLAMENGO X SANTO ANDRÉ - 2004

Um dos maiores vexames da Copa do Brasil pertence ao Flamengo. Em 2004, o Rubro-Negro, clube de uma das maiores torcidas do país, perdeu a final da Copa do Brasil para o modesto Santo André. Com mais de 72 mil pessoas no Maracanã para apoiar o clube da Gávea, o time paulista conseguiu uma vitória, construída no segundo tempo, por 2 a 0, e ficou com a taça.

Anos depois, em 2016, o Rubro-Negro voltou a passar vergonha na Copa do Brasil. O Fortaleza, que disputava a Série C do Brasileirão, venceu os jogos de ida e volta a eliminou o Rubro-Negro ainda na segunda fase do torneio. Foi a pior participação flamenguista na competição.

FLUMINENSE X PAULISTA - 2005

No ano seguinte ao vexame do Flamengo na decisão diante do Santo André, o Fluminense conseguiu repetir o feito do rival carioca. Na final contra o Paulista, o Tricolor das Laranjeiras perdeu a partida de ida por 2 a 0 e não conseguiu se impor na volta, que terminou sem gols e deu a taça para a modesta equipe do estado de São Paulo.

Em 2014, o Fluminense foi vítima de uma das viradas mais emblemáticas do torneio. Na segunda fase da competição, venceu a partida de ida contra o América, de Natal, por 3 a 0, mas, em casa, na volta, perdeu por 5 a 2. O detalhe curioso é que o Tricolor foi para o intervalo vencendo por 2 a 1.

SPORT X CORINTHIANS - 2008

Uma das maiores surpresas vexatórias da Copa do Brasil aconteceu em 2008. O Corinthians havia vencido o primeiro jogo da decisão por 3 a 1, no Pacaembu, deixando a conquista encaminhada. Na volta, o Sport surpreendeu, fez dois gols e ficou com a taça por ter feito gol fora de casa. Com a vitória do Leão da Ilha, o Timão amargou o vice-campeonato.

SÃO PAULO X BRAGANTINO - 2014

O vexame do São Paulo na Copa do Brasil aconteceu em 2014. Então comandado por Muricy Ramalho, o Tricolor Paulista foi eliminado pelo Bragantino em pleno Morumbi. Com o resultado de 3 a 1, de virada, o time de Bragança Paulista avançou às oitavas de final do torneio.

Em setembro de 2016, o Tricolor Paulista de novo vexame, ao ser eliminado pelo Juventude, nas oitavas de final da Copa do Brasil.

APARECIDENSE X BOTAFOGO - 2018

O veterano Nonato, de 39 anos, foi o responsável por protagonizar o vexame mais recente de um time grande na Copa do Brasil. Foi dele o gol decisivo na vitória da Aparecidense por 2 a 1, diante do Botafogo, na primeira fase do torneio do ano passado. O resultado eliminou o clube carioca da disputa.

Esporte