PUBLICIDADE
Topo

Pablo terá semana especial: estreia na Libertadores e nascimento do filho

05/02/2019 14h59

Pablo, atacante do São Paulo, está vivendo uma semana especial. Ele será titular da equipe na estreia pela Libertadores, às 21h30 desta quarta-feira, contra o Talleres (ARG), em Córdoba, e espera o nascimento do primeiro filho para sexta-feira, em Curitiba.

- Estou ansioso, muito feliz, não só eu como toda a minha família, a minha esposa. A gente pensa muito nisso, sonhava muito em ter um filho. Voltarei com a equipe normalmente para São Paulo, depois viajo para Curitiba na quinta-feira, e a cesárea está marcada para sexta. Torço para que me espere até o dia 8 para eu poder chegar com tranquilidade. Vamos focar primeiramente no jogo para depois dar toda a atenção à minha esposa e ao meu filho. Tomara que o Enrico me espere até o dia 8 (risos) - disse o camisa 12, em entrevista ao site da Libertadores.

O jogo de volta contra o Talleres (ARG) será na quarta que vem, dia 13, no Morumbi. No sábado, a equipe visita a Ponte Preta em Campinas pelo Paulistão. Pablo e outros titulares devem ser poupados.

Pablo admite que nada o deixa mais ansioso do que a proximidade da chegada de Enrico, mas já tem na cabeça o que precisa fazer para ser ídolo no São Paulo, o clube do coração do avô materno, Chico.

- Acredito que uma vida é maior do que qualquer coisa. Obviamente que um jogo tão importante para o São Paulo gera ansiedade, mas o nascimento do Enrico é uma coisa que vai além do futebol, é uma vida. Estou muito ansioso pelo nascimento dele, mas estou totalmente focado, concentrado e preparado para jogar.

- Para você ser ídolo e ter uma identificação com a torcida, tem de conquistar títulos. Raí, Zetti e Rogério Ceni são jogadores lendários na história do São Paulo. Eu me vejo ainda muito longe deles, em termos de carreira e idolatria dentro do clube. Muito longe mesmo. Espero um dia poder chegar pelo menos aos pés dessas lendas e poder fazer também a minha própria história pelo São Paulo. É um sonho. Uma das motivações para vir para o São Paulo foi a ligação que o Raí me fez, o projeto que ele me apresentou, e estou muito contente por trabalhar com o Raí, com toda a diretoria, comissão técnica e jogadores - finalizou o goleador.

Esporte