PUBLICIDADE
Topo

Peres passa o dia em São Paulo e oficializa o interesse em Cueva

04/02/2019 20h38

O Santos oficializou o interesse no meio-campista peruano Christian Cueva, de 27 anos, por meio do presidente José Carlos Peres. O dirigente faz questão de conduzir toda negociação vigente no Alvinegro e passou a tarde desta segunda-feira no escritório do Peixe, em São Paulo, tratando do tema.

A informação foi inicialmente publicada pelo UOL Esporte. Peres ainda precisará da aprovação da maioria dos membros do Comitê de Gestão para avançar e fechar a negociação, embora o estafe do peruano já trabalhe com um acerto iminente. A reunião do colegiado está marcada para terça-feira.

O Santos está disposto a pagar 7 milhões de dólares (R$ 25,6 milhões) para ter o meia. O valor faria parte de uma manobra para facilitar o pagamento. Afinal, o montante é considerado alto. O Peixe vendeu há menos de um mês o atacante Bruno Henrique ao Flamengo, por R$ 23 milhões.

Na manobra que está na mesa, Cueva seria repassado primeiro por empréstimo para o Santos ter tempo hábil de arcar com os valores de sua contratação.

Ex-jogador do São Paulo, Cueva pertence ao Krasnodar, da Rússia, e estava próximo de ser negociado com o Independiente, da Argentina. A oferta do Santos, porém, tem valores mais atrativos ao jogador do Peru e seduziu seu estafe.

Recentemente, o Santos aprovou no Conselho Deliberativo uma medida que visa melhorar e deixar mais transparente a função do Comitê de Gestão. Caso o contrato seja aprovado, nele terá de constar a ata da reunião com a aprovação dos demais membros para ter validade.

São Paulo pode melar negócio

Ex-clube do peruano, o São Paulo detém não só 10% dos direitos econômicos do jogador, mas também a possibilidade de melar a negociação. O Tricolor Paulista será consultado e terá a chance de cobrir a oferta feita pelo Santos antes de qualquer contrato ser assinado. Em contrato, o clube russo assegurou a prioridade do Tricolor se recebesse ofertas de times brasileiros. Caso de fato Cueva feche com o Peixe, o clube do Morumbi receberá R$ 2,5 milhões. O contrato com os russos vai até junho de 2022.

Esporte