PUBLICIDADE
Topo

Juventude e Brasil de Pelotas, na Serra Gaúcha, ficam no empate

31/01/2019 21h05

Pela quarta rodada do Gauchão, o clássico entre Juventude e Brasil de Pelotas manteve a tradição do futebol local com diversos momentos de bastante imposição física. Com isso, a maioria dos gols vieram apenas na etapa complementar para constituir o placar de 2 a 2.

O duelo parecia que não ia seguir esse ritmo quando Washington cometeu pênalti ao tocar com a mão na bola, pênalti. Na cobrança, o zagueiro Genílson foi na batida de segurança, no meio do gol, e abriu o marcador para o Jaconero.

Com o Xavante rondando a grande área dos anfitriões, parecia questão de tempo para o gol que veio por intermédio de Bruno Santos. Depois de duas finalizações seguidas, Bruno Santos aproveitou rebote em defesa do goleiro Marcelo Carné e deixou tudo igual.

Dois minutos depois, Michel aproveitou o erro de Carné e virou o marcador para o Xavante. Contudo, aos 21, Vidal tocou para Dalberto fechar a conta em Caxias do Sul com o resultado de 2 a 2.

O Juventude é o oitavo colocado com quatro unidades enquanto o Brasil é o penúltimo com três pontos.

Esporte