PUBLICIDADE
Topo

Bruno Henrique treina para o Dérbi com futuro no Palmeiras ainda indefinido

Bruno Henrique é alvo do Tianjin Teda, da China - Marcello Zambrana/AGIF
Bruno Henrique é alvo do Tianjin Teda, da China Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

31/01/2019 18h00

Enquanto não define se jogará no Tianjin Teda, da China, ou se continuará no Palmeiras, Bruno Henrique mantém a rotina na Academia de Futebol. Depois de jogar o segundo tempo da vitória sobre o Oeste, na quarta-feira (30), o meio-campista treinou nesta quinta (31) à tarde com os reservas e aqueles que atuaram menos de um tempo no jogo. No sábado (2), tem clássico contra o Corinthians.

Ele está seduzido com a oferta salarial de R$ 1,7 milhão por mês. Os chineses já se mostraram dispostos a pagar a multa rescisória de 6 milhões de euros (R$ 25,1 milhões) para tirá-lo do Palmeiras, mas o clube ainda luta para mantê-lo. O diretor Alexandre Mattos deve apresentar ao atleta e seu estafe uma proposta para renovar o vínculo e consequentemente receber um aumento.

Além dele, Gustavo Scarpa e Lucas Lima, os outros reservas usados na Arena Barueri, foram a campo nesta quente tarde de quinta-feira. A imprensa só pôde assistir aos primeiros dez minutos do aquecimento. Os que começaram a partida contra o Oeste ficaram na parte interna da Academia, realizando atividades regenerativas. Inclusive Dudu, que saiu no intervalo.

Com dez pontos, o Palmeiras está invicto neste início de Paulistão: venceu três partidas e empatou uma. No sábado, receberá o Corinthians no Dérbi da quinta rodada do Estadual. A partida está marcada para as 17h, no Allianz Parque, e 35 mil ingressos foram vendidos antecipadamente.

Esporte