PUBLICIDADE
Topo

Valencia é sondado por clubes chilenos, mas Botafogo avisa: 'Não está no mercado'

30/01/2019 15h01

Ainda a recuperar de uma pancada na panturrilha durante a pré-temporada, Leo Valencia segue cobiçado em seu país. Nesta semana, Sabino Aguad, gerente de futebol da Universidad de Chile, admitiu que está no calcanhar do Botafogo para contratar o meia. A negativa, contudo, tem prevalecido.

Aguad externou, em entrevista coletiva, que o jogador do Alvinegro é uma prioridade no mercado para a La U, porém lamentou a inflexibilidade do clube carioca nas tratativas.

- Leo Valencia tem sido nossa prioridade no último mês e meio. Perguntamos por ele pelo menos uma vez por semana e a resposta sempre é que continua no Botafogo. A última vez que consultamos foi hoje (terça) - disse o dirigente.

Hoje aos 27 anos, Valencia tem vínculo registrado somente até o dia 9 de julho de 2019, porém, no acordo, está previsto uma renovação automática até o mesmo período do ano que vem. Atleta ex-Universidad de Chile e Palestino chegou a ser sondado pelo Colo-Colo, também do Chile, nas últimas semanas.

Quando surgiu o burburinho do Colo-Colo, Gustavo Noronha, vice-presidente de futebol do Botafogo, avisou aos interessados: o meia não está no mercado.

- (Valencia) É um jogador importante para o clube e não está no mercado. Não existe a opção de emprestá-lo. Se ele sair será com uma venda definitiva pela cláusula rescisória. Isso está estipulado no contrato - avisou Gustavo Noronha, à imprensa chilena.

Desde meados de 2017 no Brasil, Valencia não é unanimidade entre a torcida botafoguense, mas está amparado por seus números com a camisa da Estrela Solitária. Em 2018, por exemplo, marcou cinco gols e deu 11 assistências, em 49 partidas. O gringo tem a bola parada como principal arma e é peça importante no elenco enxuto de Zé Ricardo.

Esporte