PUBLICIDADE
Topo

Santa Cruz, usando a bola aérea, passa pelo Afogados e vira líder do Pernambucano

29/01/2019 23h21

Jogando na Arena de Pernambuco com a manutenção em curso do Arruda, o Santa Cruz recebeu o Afogados e conseguiu uma vitória por 4 a 1 mais do que suficiente para que assumisse a liderança do Campeonato Pernambucano. Agora, resta torcer para tropeços de Central e Salgueiro nas partidas restantes que serão cumpridas na quarta (30) e o time de Recife termina a rodada na ponta.

RITMO A MIL POR HORA!

Cinco minutos. Foi apenas isso que tanto os anfitriões como os visitantes precisaram para mostrar bem suas armas ofensivas. Aos três minutos, Neto Costa ganhou no alto da zaga do Afogados e cabeceou de maneira tão precisa que a bola bateu na trave antes de entrar no canto esquerdo do goleiro Danilo Nóbrega.

Já aos cinco, foi a vez de Diego Ceará mostrar suas credenciais de oportunismo quando, depois de cobrança de lateral, se antecipou de cabeça para deixar tudo igual em uma praticamente vazia Arena Pernambuco.

SOLUÇÃO A DISTÂNCIA...

Os dois times abusavam das bolas aéreas e jogadas laterais sem muito sucesso, dando a impressão de que a etapa inicial corria sério risco de acabar igualada. Contudo, aos 22 minutos, Diego Lorenzi pegou em cheio rebote da zaga visitante e acertou um belo chute de fora da área que fugiu do alcance de Diego Nóbrega, 2 a 1 Santa Cruz.

... MAS SEM ESQUECER DOS CRUZAMENTOS

?

Seguindo a dinâmica do confronto, o time Coral aproveitou a superioridade numérica e um certo nervosismo que começou a se abater no time do Afogados para aumentar a sua vantagem no marcador. Depois de bola alçada com muita precisão pelo lateral-direito Marcos Martins, o jovem atacante Elias subiu bem e tocou muito bem de cabeça no contrapé do arqueiro da Coruja.

QUEDA DE VOLUME

Seja pelo calor, pela conduta do Santa ou mesmo por um "desânimo" do Afogados com o terceiro tento, fato é que a partida sequer se aproximou do mesmo nível de quantidade de jogadas no ataque dos dois lados.

SEM SER BRILHANTE, AINDA COUBE MAIS

Na metade final da partida, o time do interior pernambucano era quem chegava mais e agitava o duelo que claramente não seguia o padrão dos primeiros 45 minutos. Porém, quem acabou capitalizando uma oportunidade de marcar foi de novo o Santa quando Allan Dias complementou o cruzamento de Sillas para fazer o quarto dos anfitriões.

Esporte