PUBLICIDADE
Topo

Visão da Rodada SP: Êta, Peixão 100%! Timão, enfim, larga

28/01/2019 08h10

o primeiro clássico do Campeonato Paulista em 2019, o Peixe mostrou fome e engoliu o Tricolor por 2 a 0, no Pacaembu. O resultado no placar, porém, não evidenciou a notória diferença entre os dois times em campo. O Santos de Jorge Sampaoli mostrou consistência impressionante e superou o rival em todos os setores. Tanto na defesa quanto no ataque, além de um posicionamento impecável e uma intensidade como há tempos não se via pelos lados da Vila Belmiro. Um gol em cada etapa - Luiz Felipe, de cabeça, e Derlis González.

O Alvinegro Praiano teve 56% de posse de bola, produziu em larga escala, finalizou 11 vezes contra apenas quatro do time são-paulino. Na direção do gol, então, os números destoam: seis chutes santistas e nenhum da equipe tricolor. Foi ou não foi uma atuação para encher de esperanças os pouco mais de 20 mil torcedores no Pacaembu? O placar poderia ter sido ainda mais amplo.

Detalhe: mesmo sem todas as contratações desejadas pelo treinador argentino - principalmente um atacante para suprir a lacuna deixada com saída de Gabigol -, o Santos já aparenta uma identidade e, ao que parece, tem tudo para se beneficiar a curto prazo com bons resultados. O triunfo merecidíssimo de ontem levou o Alvinegro Praiano a nove pontos, na liderança do Grupo A - o Peixe é o único 100% do Paulistão. Sete gols marcados e nenhum sofrido. O São Paulo segue com seis pontos, ainda na ponta do Grupo D.

Já a primeira vitória do Corinthians no ano foi marcada pela estreia de Mauro Boselli, e da competência de Gustavo, o Gustagol, que anotou o terceiro tento na temporada e foi o grande responsável pelo 1 a 0 sobre a Ponte Preta, no sábado à noite, na Arena, em Itaquera. Recheado de reservas, o Timão, enfim, deu a largada no Paulistão, após dois tropeços nas rodadas iniciais. O triunfo fez o Corinthians encerrar uma série de seis jogos em que sofria gols da Ponte.

No último jogo da noite, o Palmeiras mostrou que o ataque está em alta.

Venceu o São Caetano por 2 a 0. Um gol em cada tempo. Três jogos, três gols de centroavantes. Borja, titular novamente, abriu o placar. Teve uma maior movimentação, se inserindo, portanto, ao que Felipão espera de seus atacantes neste ano. O colombiano já havia marcado contra o Red Bull Brasil e Deyverson fez o gol sobre o Botafogo.

E a Lusa, hein?! Dei um pulo na Série A2 para dizer que a Portuguesa ficou no empate em 1 a 1 com o Água Santa, fora de casa, e segue sem vencer após três rodadas.

Esporte