PUBLICIDADE
Topo

Organizada do Palmeiras protesta contra diretoria por Avanti e ingressos

Torcida do Palmeiras vai protestar contra a diretoria a partir deste domingo - Miguel Schincariol/Getty Images
Torcida do Palmeiras vai protestar contra a diretoria a partir deste domingo Imagem: Miguel Schincariol/Getty Images

26/01/2019 16h41

A partir deste domingo (27), no jogo contra o São Caetano, no ABC, a diretoria do Palmeiras será alvo de protestos da principal organizada do clube. É o que promete a Mancha Alvi Verde, que divulgou nota na qual questiona o recente aumento na mensalidade dos planos de sócio-torcedor e também dos ingressos para o clássico contra o Corinthians, no próximo sábado, apontando uma elitização do Allianz Parque.

Os membros ligados a Mancha são aliados políticos de Maurício Galiotte no Conselho Deliberativo e também mantém ótima relação com Leila Pereira, conselheira e patrocinadora do Alviverde. Ela, inclusive, vai patrocinar o carnaval da escola de samba palmeirense. O atual presidente, inclusive, reaproximou a organizada do clube após a saída de Paulo Nobre.

"Não existe crise com o time e elenco. Existe uma entidade que defende o Palmeiras, até mesmo de alguns palmeirenses que só pensam em poder/dinheiro e esquecem o seu maior patrimônio (torcida). A partir deste domingo, serão feitos cânticos contra a diretoria. Iremos protestar antes, no intervalo e após os jogos. Passaremos a cobrar e exigir a redução dos valores do Avanti e ingressos", avisou a Mancha em comunicado.

"Alguns torcedores estão alienados. Alguns podem ter o poder aquisitivo que a diretoria gosta. Alguns torcedores pagam e aceitam o que a diretoria define. Só que eles não torcem, não cantam e não vibram. O nosso "lar" não será elitizado, tornando-se parte da minoria socialmente dominante", completou, divulgando foto com torcedores olhando seus celulares durante um jogo no Allianz Parque para justificar a "alienação" apontada.

Confira abaixo a íntegra da nota da Mancha Alvi Verde:

"AVANTI/INGRESSOS

A maior torcida organizada do maior campeão nacional tem algumas dúvidas sobre o aumento do Avanti, que entendemos como abusivo.

Gostaríamos de esclarecimentos da diretoria da Sociedade Esportiva Palmeiras!

A diretoria atual sempre exaltou e aclamou pelos quatro cantos que, além de uma administração moderna, a transparência é uma das maiores virtudes deste mandato.

Sendo assim, a Mancha Alvi Verde tem algumas perguntas que acreditamos que, pela índole e transparência que tanto pregam, serão respondidas, esclarecendo com fatos reais o aumento exacerbado do Avanti.

EIS AS QUESTÕES:

Diretoria S.E.P, como explicar o favorecimento financeiro para a FPF? Não estamos rompidos com eles? Não tratamos o Paulista como Paulistinha? Com o aumento do Avanti, automaticamente aumenta o repasse para eles. A FPF arrecada 5% da renda bruta de cada jogo, segue alguns dados :

No primeiro jogo como mandante, cada clube arrecadou os seguintes valores para a FPF:

Palmeiras R$63.619,23

Corinthians R$60.194,29

São Paulo R$33.675,90

Santos R$12.606,75

Resposta: ????

Diretoria S.E.Palmeiras, não poderíamos usar o "Paulistinha" como teste de receita e público? Com ingressos a preços populares, possivelmente com todos os jogos de casa cheia, dando oportunidade para o palmeirense mais humilde e com baixo poder aquisitivo conhecer a Arena. Pense bem, vocês farão a sua torcida feliz e talvez não dar tanto lucro para um inimigo declarado (FPF).

Resposta: ????

Diretoria S.E.Palmeiras, qual a porcentagem que o plano Avanti e venda de ingressos representou da nossa receita de mais de R$600 milhões em 2018? Já fizeram um estudo de projeção? Se diminuir o valor mensal do Avanti, não ganharíamos com a quantidade de novos associados uma receita aproximada ao que temos hoje?

Resposta: ????

Diretoria S.E.Palmeiras, o dinheiro ou o amor do torcedor vem em primeiro lugar para a administração de um esporte movido à paixão? A receita do Avanti/bilheteria é o ponto de equilíbrio e o que mantém as finanças em dia? Se mantivermos o que arrecadamos o ano passado o clube irá para o vermelho?

Lembrem-se que podemos manter a receita aumentando o número de sócios Avanti com uma prestação mensal inferior.

Resposta: ????

Diretoria S.E.Palmeiras, qual índice foi usado para o reajuste do Avanti em 2019? É algo que podemos comparar com o que o trabalhador teve de aumento nos últimos 12 meses? Ou até mesmo um comparativo de porcentagem de aumento de salário para os jogadores do elenco? Até mesmo comparando o reajuste que tivemos com o nosso patrocinador (que é o maior do Brasil), ainda assim o maior reajuste de todos foi o do Avanti.

Resposta: ????

Diretoria S.E.Palmeiras, recentemente nosso presidente fez a seguinte declaração que dizia algo como "se quer time bom, precisa pagar caro"? Realmente a receita é essa a visão? Não entendem que temos torcedores que as classes sociais são diferentes, porém o amor é o mesmo?

Resposta: ????

As perguntas, se tiverem culhão, até poderão ser respondidas, mas jamais aceitaremos. A Mancha não irá se calar contra esse abuso da nossa diretoria.

Ah. E para a nossa surpresa, ainda aumentaram o preço do ingresso para o clássico da próxima semana. Absurdo!!!

Fatos e números temos de monte para mostrar que o Avanti e os valores dos ingressos estão descalibrados. Vejamos:

EM COMPARAÇÃO COM O FUTEBOL INTERNACIONAL:

No Palmeiras, o ingresso mais barato custa 40% do ingresso mais caro:

100 reais o + barato

250 reais o + caro

No Real, o ingresso mais barato custa 13,20% do ingresso mais caro:

35 euros o + barato

265 euros o + caro

No Barcelona, o ingresso mais barato custa 16,60% do ingresso mais caro

54 euros o + barato

325 euros o + caro

Sendo assim podemos notar que na Europa existe a preocupação com o torcedor com menor poder aquisitivo, já no Palmeiras...

OCUPAÇÃO DO ESTÁDIO

Na temporada de 2017 o Palmeiras teve 69% de taxa de ocupação no Brasileiro, contra 76% no de 2018. Contando que tivemos média de 32.356, e levando em consideração que o estádio suporta 42.000 pessoas, deixamos de colocar 180 mil torcedores durante o Brasileirão 2018. Já no Paulistão de 2018, deixamos de colocar 10.800 pessoas por jogo, multiplicando pelos 9 jogos: cerca de 97 mil lugares vagos.

Vale ressaltar que ambos os torneios tiveram partidas no Pacaembu. No Paulistão, por exemplo, a ocupação foi de 92% no Paulo Machado de Carvalho

As contas são simples e já facilitamos para vocês.

NÃO ACEITAMOS E IREMOS PROTESTAR CONTRA A DIRETORIA E EXIGIMOS ESCLARECIMENTOS.

Essa é a posição oficial da Mancha Alvi Verde. Não existe crise com o time e elenco. Existe uma entidade que defende o Palmeiras, até mesmo de alguns palmeirenses que só pensam em poder/dinheiro e esquecem o seu maior patrimônio (torcida).

A partir desse domingo serão feitos cânticos contra a diretoria. Iremos protestar antes, no intervalo e após os jogos. Continuaremos com protestos contra a diretoria. Passaremos a cobrar e exigir a redução dos valores do Avanti e ingressos. Alguns podem ter o poder aquisitivo que a Diretoria gosta. Alguns torcedores pagam e aceitam o que a Diretoria define. Só que eles não torcem, não cantam e não vibram. O nosso "lar" não será elitizado, tornando-se parte da minoria socialmente dominante. Essa é a maior "briga" que enfrentamos em 36 anos de existência.

Não aceitamos a elitização!!!!

Diretoria Mancha Alvi Verde"

Esporte