PUBLICIDADE
Topo

Sem brilho, Brasil vence Bolívia e está classificado no Sul-Americano

25/01/2019 20h09

A Seleção Brasileira Sub-20 se classificou para próxima fase do Sul-Americano, mas ainda não convenceu. Nesta sexta-feira, as promessas do futebol brasileiro venceram por um placar magro de 1 a 0, que foi capaz de superar a Bolívia, no Estádio El Teniente, em Rancagua, no Chile. O gol de honra foi marcado por Lincoln, do Flamengo, ainda na primeira etapa. Com o resultado, o Canarinho chega na vice-liderança do Grupo A, com sete pontos. Os adversários somam um e se despedem da competição. Vale lembrar que Chile e Colômbia ainda jogam e disputam a última vaga. Venezuela já está classificada.

O mais perigoso

A Seleção Brasileira até que começou melhor, com pressão e domínio da bola. Entretanto, a Bolívia soube equilibrar a partida e deu trabalhos aos zagueiros. Mas quem deu dor de cabeça aos bolivianos foi o atacante Rodrygo que teve duas oportunidades: uma de falta e outra com chute de longa distância, o que dificultou para o goleiro Cuéllar, que defendeu em dois tempos.

Que categoria!

Penalidade máxima para o Brasil! No lance, o atacante do Santos, Rodrygo foi para cima da marcação e acabou derrubado dentro da área. Na cobrança, a joia do Flamengo, Lincoln correu lentamente para a bola, esperou o goleiro decidir o canto e tocar de chapa no lado esquerdo. ?Próximo do fim da primeira etapa, o camisa 9 ainda perdeu um gol frente a frente com o goleiro.

Lento e previsível

O Brasil voltou para a segunda etapa diferente. Sem ânimo e com pouca criatividade para construir as jogadas e tentar convencer dentro de campo. Apenas o atacante Rodrygo mostrava mais dinamismo no ataque. Os adversários tentavam trocar passes para chegar ao gol de Phelipe, porém também sem muitos perigos. Até que, aos 25 minutos, Ramiro Vaca arriscou de longe e deu trabalho.

Primeira chance real e sonho continua

Aos 39 minutos - do segundo tempo - a Seleção teve sua primeira oportunidade real de gol. Tetê recebeu livre na entrada da área, mas chutou à direita do gol boliviano. O jogador lamentou o tento desperdiçado já que poderia aliviado a pressão no final do confronto. No fim, houve pressão dos bolivianos, mas a defesa segurou o resultado e ainda sonha em participar da Copa do Mundo.

Esporte