Topo

Sem vencer ou marcar em 2019, Athletico comemora empate: "circunstâncias"

Sandra Zema/FC Cascavel
Defesa do Athletico trabalhou mais que o ataque em Cascavel Imagem: Sandra Zema/FC Cascavel
do UOL

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

24/01/2019 04h00

O 0 a 0 com o FC Cascavel marcou a segunda partida do Athletico-PR no ano. O elenco de aspirantes, que disputa o Paranaense, completou dois jogos sem marcar e somou o primeiro ponto em dois jogos, em uma partida em que foi dominado pelo adversário. "Realmente foi um ponto que tem que ser valorizado, por tudo que foi a partida", admitiu o técnico Rafael Guanaes após o fim do jogo.

Para ele, a falta de ritmo de jogo está atrapalhando neste início de temporada. "Não é nem uma justificativa; é realmente um fato. É um processo natural de uma equipe que acabou de iniciar a competição. O Cascavel realmente teve as melhores oportunidades do jogo. A preparação geralmente começa antes, novembro, dezembro. A gente não, começou agora. Os jogadores estão se esforçando. O empate foi um bom resultado diante das circunstâncias."

O clube mantém uma equipe alternativa no Estadual e só colocará os principais jogadores em campo pela primeira vez em um jogo oficial em 2019 contra o Tolima, em 5 de março, pela Libertadores. A Conmebol pretende marcar os jogos da Recopa para depois da fase de grupos da principal competição da América. O elenco de aspirantes é composto por atletas experientes que não teriam aproveitamento no time principal e jogadores jovens, como Matheus Anjos, meia que deixou o campo descontente com o resultado.

"O empate saiu de bom tamanho. Nós viemos para vencer o jogo, mas sofremos pressão no final de jogo. A gente, o clube e a torcida não merecem as nossas atuações", disse o jogador. Na próxima rodada do Estadual, o Athletico visita o Rio Branco em Paranaguá, domingo (27) às 17h.

Mais Esporte