Topo

"Sem clima" no Atlético-MG, Elias fica no fogo cruzado entre pai e cúpula

Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG
Elias, meia-campista do Atlético-MG, vive situação complicada em Belo Horizonte Imagem: Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG
do UOL

Jeremias Wernek e Thiago Fernandes

Do UOL, em Porto Alegre e Belo Horizonte

2019-01-24T04:00:00

24/01/2019 04h00

Uma queda de braço que está longe do fim. Atlético-MG e Eliseu Trindade, pai de Elias, travam uma batalha no mercado da bola. O clube quer que o atleta cumpra o vínculo que se encerra em dezembro de 2019. O pai deseja uma renovação contratual ou a liberação para o Internacional, que fez oferta por três temporadas ao jogador de 33 anos.

Leia mais:

O pai do meio-campista foi à imprensa nessa quarta-feira (23) para se queixar da situação vivida na Cidade do Galo.

"Hoje o jogador está sem clima. O presidente é chamado para conversa, mas não comparece às reuniões. A última reunião foi na última segunda-feira. Quem compareceu foi o diretor de futebol e um advogado do clube. Para minha surpresa, mais uma vez, eles vieram com a seguinte afirmação: não liberam o Elias para o Inter e também não renovam o contrato nesse momento", disse à Band RS.

O agente se queixa da forma como o negócio é conduzido. Depois de liberar Elias para conversar com o Inter em dezembro do ano passado, os mineiros recuaram e disseram que o atleta ficará em Belo Horizonte pelo menos até o fim do compromisso atual.

Por outro lado, quando foi à imprensa, o clube adotou um tom mais ameno. O presidente Sérgio Sette Câmara apenas falou que o atleta faz parte dos planos para 2019. No entanto, nos bastidores, a situação é distinta.

"A gente recebe sondagens, mas o Elias tem contrato em vigor por uma temporada. Ele interessa a outros clubes, mas vai cumprir seu contrato aqui. Isso não impede de sentarmos e negociar uma prorrogação do seu contrato. O Elias vai permanecer e tenho certeza que ele vai nos ajudar a ter uma campanha vitoriosa", comentou.

Presidente do Atlético-MG comenta situações de Elias e Luan

Band Sports

Há problemas entre as partes desde a metade de 2018. A gestão de Sette Câmara é contrária à forma como o pai de Elias se porta em questões consideradas simples. O UOL Esporte apurou que há divergências até nos atos de cobrança por finanças do agente do atleta. O histórico do empresário, que se desentendeu na saída do filho do Sporting, de Portugal, é lembrado com frequência na Cidade do Galo.

Em 2014, Elias deixou o Sporting sob desgaste considerável entre seu pai, Eliseu, e o presidente Bruno Carvalho, por serem pouco flexíveis em negociações que se arrastaram. De volta de empréstimo pelo Flamengo em 2013, ele permaneceu um semestre na equipe B. Dessa vez, a transferência foi realizada pela OTB Sports, que assumiu a representação do jogador no ano passado.

Mais Esporte