PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Finalistas vão ao Pacaembu e posam com a taça da Copinha: 'Jogo da vida'

24/01/2019 13h43

O atacante Antony, do São Paulo, e o meia Lucas Santos, do Vasco, estiveram bem perto da taça da Copa São Paulo Júnior nesta quinta-feira. Os destaques das equipes finalistas foram até o Pacaembu, palco da decisão desta sexta, às 15h30, para uma entrevista coletiva ao lado dos seus treinadores e posaram para fotos juntos.

- A gente que está na base tem o pensamento de chegar no profissional, claro, mas tem também o sonho de disputar uma Copa São Paulo, um torneio imenso na base. É o jogo da minha vida - disse Lucas Santos, capitão do Vasco, que está em sua quarta Copinha.

- Em todo jogo dá para escrever uma história, todo jogo para mim é especial, mas a final sempre tem o melhor gosto. Então vamos dar o melhor e espero que a gente seja feliz - emendou o Antony, que já faz parte do elenco profissional do Tricolor e foi "emprestado" à equipe sub-20 após a convocação de Jonas Toró para a Seleção Brasileira que disputa o Sul-Americano da categoria.

Enquanto a entrevista acontecia no auditório do Museu do Futebol, torcedores faziam fila do lado de fora em busca de ingressos. Restam poucos bilhetes à venda e o Pacaembu certamente estará lotado na decisão.

- Tudo na base tem que ser usado como aprendizado, porque eles estão se preparando para o profissional, então esse é um momento ímpar. Eles sabem a importância da torcida, sabem a importância do campeonato. Independentemente do que acontecer, depois nós vamos nos reunir e conversar sobre o que fizemos de bom, o que temos que ajustar, mas agora é hora de aproveitar o momento - disse Orlando Ribeiro, o técnico são-paulino.

- O Lucas e o Antony sabem como é jogar com o estádio cheio porque já passaram pelo profissional, mas alguns atletas ainda não vivenciaram muito isso. É um grande momento, um grande aprendizado. Os jogadores vão estar muito motivados para oferecer um grande espetáculo para o público - acrescentou Marcos Valadares, o comandante vascaíno.

Os meninos cariocas serão visitantes, já que apenas um setor do Pacaembu foi destinado à torcida vascaína. O cenário é parecido com o da semifinal contra o Corinthians, disputado em Barueri na última terça.

- A gente se sente muito privilegiado por jogar para um público desses. Eu, particularmente, já estive algumas vezes no profissional e, ali do banco, vi o quanto a torcida ajuda. A torcida do Vasco é muito grande, sentir aquela energia é muito bom. Eu sei que a gente não está no nosso estado, sei que vamos encontrar mais torcedores do adversário, mas estamos preparados para isso desde pequenos. É uma coisa que vai acontecer muito- completou Lucas Santos.

Esporte