Topo

Caminho do São Paulo até a final teve muitos gols e poucos sustos; relembre

Thiago Calil/AGIF
Imagem: Thiago Calil/AGIF
do UOL

Do UOL, em São Paulo

24/01/2019 04h00

O São Paulo buscará em 2019 seu quarto título na Copa São Paulo de futebol júnior. Nesta sexta-feira (25), no estádio do Pacaembu, o time enfrentará o Vasco da Gama a partir das 15h30 (de Brasília). Os cariocas foram campeões apenas uma vez: em 1992, vencendo justamente o Tricolor.

No caminho até a decisão, o time paulista passou por alguns raros sustos: empatou com a Ferroviária na fase de grupos e venceu o Cruzeiro nos pênaltis pelas quartas de final. Em compensação, o ataque se mostrou eficiente: foram 26 gols em oito partidas, média de 3,25 gol por jogo.

Leia também:

A final será a 11ª dos são-paulinos na Copinha. Enquanto os dois times não definem o campeão da competição em 2019, relembre a trajetória tricolor até a final.

3/1: São Paulo 7 x 2 Holanda (AM)

A estreia na competição foi bastante tranquila para o São Paulo. Diante do Holanda, venceu por 7 a 2, com três gols de Gabriel Sara.

6/1: Serra (ES) 0 x 3 São Paulo

Mais uma vitória sem sustos em Araraquara. Contra o time capixaba, um tranquilo 3 a 0, com dois gols de Gabriel Novaes e um de Rodrigo Nestor.

9/1: Ferroviária 2 x 2 São Paulo

Em confronto direto pela liderança do Grupo 7, Ferroviária e São Paulo empataram por 2 a 2, graças a um gol de Pedro Guerreiro para o time da casa aos 43 minutos do segundo tempo. A equipe grená avançou na liderança, enquanto os tricolores passaram na segunda posição.

11/1: Rio Claro 0 x 3 São Paulo

Mais uma partida sem dificuldades para os são-paulinos. Pela segunda fase, diante do Rio Claro, mais uma vitória por 3 a 0, com três gols de Gabriel Novaes.

13/1: Ferroviária 0 x 2 São Paulo

Na terceira fase, Ferroviária e São Paulo se reencontraram na Arena Fonte Luminosa. E, desta vez, os são-paulinos levaram a melhor: 2 a 0, com gols de Gabriel Novaes e Fabinho.

15/1: Mirassol 0 x 3 São Paulo

Nas oitavas de final, o time encarou o Mirassol e conquistou seu terceiro 3 a 0 na competição. Desta vez, Gabriel Novaes, Antony e Sena balançaram as redes.

17/1: Cruzeiro 1 (5) x 1 (6) São Paulo

Até aqui, o jogo mais complicado para o São Paulo na Copinha. Paulinho marcou para os paulistas no primeiro tempo, mas Vinícius Popó empatou para os mineiros no segundo. Nos pênaltis, o goleiro Thiago Couto defendeu duas cobranças e garantiu o time nas semifinais.

22/1: São Paulo 5 x 2 Guarani

Nas semifinais, o São Paulo teria a missão de passar pelo Guarani, algoz de times como Internacional, Botafogo e Figueirense no torneio. Em campo, porém, não vacilou e venceu por 5 a 2, com gois gols de Antony.

Mais Esporte