PUBLICIDADE
Topo

Presidente do Cardiff diz que não foi o clube que organizou voo de Sala

23/01/2019 10h07

O presidente do Cardiff, Mehmet Dalman, confirmou que o voo que despareceu com o atacante Emiliano Sala não foi organizado pelo clube galês. O mandatário, porém, não confirmou por quem foi organizado a ida do argentino para o País de Gales, segundo informa o jornal espanhol 'As'.

Ainda de acordo com o presidente, a direção do Cardiff conversou com Emiliano Sala e perguntou se o argentino gostaria que o clube galês se encarregasse de organizar a sua ida, o que foi negado pelo atacante.

Buscas retomadas

As buscas foram retomadas, na manhã desta quarta-feira, pela polícia inglesa, que está usando dois aviões para intensificar a procura. Com base em análises relativas as condições das marés e do clima local, a procura está sendo feita pelos arredores da Ilha de Alderney, próximo ao Canal da Mancha.

Retrospecto

Sala foi contratado junto ao Nantes, onde é muito querido e jogou por 117 jogos, marcando 42 gols. Vivia grande fase na atual temporada, o que despertou o interesse do Cardiff, que desembolsou 15 milhões de libras (R$ 72 milhões) e tornou Sala o jogador mais caro da história do clube.

Esporte