PUBLICIDADE
Topo

EA Sports limita preço de Sala no FIFA após 'inflação' no Ultimate Team

23/01/2019 16h28

A EA Sports, desenvolvedora da franquia de simulador de futebol FIFA 19, determinou nesta quarta-feira que irá intervir no mercado de transferências do Ultimate Team, um dos modos mais populares do game, para coibir o lucro com o desaparecimento do jogador.

Após o surgimento da notícia que o avião em que Sala estava estaria desaparecido no Canal da Mancha, a sua carta no Ultimate Team passou a valer 15 vezes mais que o normal. O preço da carta de Sala custava cerca de 500 coins (moedas do game) e passou a valer o preço máximo para a compra de cartas ouro (10 mil coins).

Por conta disso, vários profissionais de FIFA denunciaram a má fé da comunidade do game por conta da alta inflação na carta do jogador e por conta disso, a vontade de lucrar em cima da fatalidade que aconteceu com Sala. Wendell Lira, ex-jogador que venceu o Prêmio Puskas e que hoje é player profissional, se posicionou em seu Twitter.

O mesmo aconteceu com a carta de Davide Astori, então zagueiro da Fiorentina, que faleceu em 2018. Os players passaram a vender a carta do defensor com um preço acima do normal e obrigou a EA a intervir para conter a ação.

?

Esporte