Topo

Técnico afirma que Anderson não teria chances contra Adesanya em luta de trocação

Ag. Fight

12/01/2019 11h42

Anderson Silva tem uma dura missão no UFC 234, em 9 de fevereiro: aplacar a grande ascensão de Israel Adesanya, seu adversário no evento sediado em Melbourne. E, segundo o treinador do nigeriano, se 'Spider' quiser triunfar, vai precisar explorar mais do que só a trocação - aspecto no qual seu aluno teria "um pedigree maior".

Eugene Bareman, responsável por afiar os golpes de Israel, afirmou que as habilidades em pé de seu pupilo e de Anderson "não são comparáveis". De acordo com o treinador, se o combate fosse apenas de trocação - como no kickboxing, modalidade na qual o nigeriano também fez carreira -, Adesanya dominaria o 'Spider'.

"Eles estão em dois níveis diferentes. Israel é um especialista altamente refinado no que faz. Anderson lutou MMA pela maior parte de sua vida, mas é isso o que torna isso tão interessante. Não é uma luta de trocação. Se fosse, não seria competitivo. É uma luta de MMA, que é o grande equalizador, por assim dizer. É o que faz ser uma disputa interessante: não é uma luta em pé, é uma luta de MMA, e isso tem todos aqueles outros aspectos", falou, em um vídeo publicado no YouTube (veja abaixo ou clique aqui) pela agência de marketing 'Engage Media Group'.

"Em uma luta de trocação - o fã casual definitivamente não vai concordar comigo, mas é por isso que eles são fãs casuais -, um duelo de trocação não é uma competição com Israel Adesanya. O seu 'pedigree' é muito maior, ele é um lutador de um nível maior. Mas é uma luta de MMA, e é isso que a faz mais interessante. Isso torna a situação mais equilibrada, e é isso que torna a luta interessante", disse.

O UFC 234 será estrelado pela disputa do título peso-médio (84 kg) entre Robert Whittaker e Kelvin Gastelum. Silva e Adesanya farão a luta coprincipal. Será a primeira apresentação de Anderson desde fevereiro de 2017, quando derrotou Derek Brunson por decisão unânime.

Mais Esporte