Topo

Federer cita Wimbledon como possível palco de futura despedida do tênis

11/01/2019 14h22

(Reuters) - O tenista suíço Roger Federer revelou que Wimbledon, onde ele ganhou seu primeiro título de Grand Slam, pode ser o local ideal para marcar sua despedida do tênis quando decidir colocar fim a uma ilustre carreira.

Os comentários de Federer vêm no momento em que o mundo do tênis celebra as conquistas do britânico Andy Murray, que anunciou que o Aberto da Austrália que será disputado na próxima semana será seu último torneio, já que tem sofrido para se recuperar de uma lesão no quadril.

Federer disse que não tem um final de "conto de fadas" para sua carreira em mente, mas afirmou que gostaria de deixar as quadras sem estar lesionado.

"Sou grato por ter vários lugares que são muito especiais para mim", disse Federer à CNN. "Tive muita sorte. Mas claro, com certeza, Wimbledon se coloca talvez como o lugar."

"Não tenho o final de conto de fadas na minha cabeça me dizendo que tem que ser outro título em algum outro lugar e então tenho que fazer um grande anúncio, não tenho isso dessa forma", afirmou.

Federer, que se profissionalizou em 1998, conquistou incríveis 99 títulos de simples, 20 deles de torneios Grand Slams.

Não se espera que ele pendure a raquete antes da Olimpíada de 2020, em Tóquio, onde ele buscará acrescentar um ouro olímpico individual ao conquistado em Pequim 2008 nas duplas.

"Acho que há expectativa da mídia de que tudo terá que terminar perfeitamente. Desisti disso há muito tempo", disse o suíço.

(Reportagem de Hardik Vyas, em Bengaluru)

Mais Esporte