Topo

Joel fala de UFC e até rebola em novo vídeo vazado de preleção no Vasco

do UOL

Bruno Braz e Pedro Ivo Almeida

Do UOL, no Rio de Janeiro

17/10/2014 06h00

Três novos vídeos com trechos de preleções do técnico Joel Santana circulam em redes sociais e aplicativos móveis de mensagens. Novamente, o comandante do Vasco chama a atenção pela atuação nas reuniões antes dos jogos.

Nas imagens gravadas por um jogador – ainda não identificado por comissão técnica e diretoria – e obtidas pela reportagem, o treinador fala sobre atuações de lutadores no UFC e rebola ao simular o posicionamento na hora da marcação.

“Se organizar a defesa, só vão passar no tiro ou na metralhadora. Ou vai ter que ser um Maradona, um Cristiano Ronaldo, um... me diz o nome de outro aí, vai”, pede, ouvindo a resposta sobre Messi. “Isso, um tal de Lionel Messi. Só assim para passar”, disse, continuando.

“Cara frouxo com aquele carão, aquele bochechão dele. O outro pegou e pimba, pimba”, disse, simulando desta vez movimento de lutas e arrancando novas risadas. “E pufe, nocaute, se f... E pensa que os caras perdoam? Cai no chão e ainda martela. Aquilo ali é três meses com dor de cabeça”.

O treinador voltou a falar do posicionamento defensivo e divertiu o elenco. “Outra coisa: não podemos entrar de primeira. Quando ele recebe, diminui e ‘pufe’, parou”, disse, dando uma leve rebolada e arrancando risadas no grupo.

Em outro momento da preleção, Joel chega a simular uma partida de tênis ao explicar como o Cruzmaltino deve administrar o Campeonato Brasileiro da série B caso alcance a liderança.

“Chegou a hora de sairmos da mesmice. Não podemos ficar atrás de Avaí, Joinville. E eles com a pi.. tudo atrás da gente. Está na hora de dispararmos e ficar só trocando bola. Pá, pá...”, disse, enquanto simulava movimentos de um jogador do esporte jogado com raquetes.

Os vídeos, recheados de palavrões, foram gravados no Rio de Janeiro, na sala de reuniões do hotel que serve de concentração para o Vasco, antes de uma partida em São Januário válida pela segunda divisão do Brasileiro.

“Esse é o esporte que a pessoa tem paixão. Quando você nasce, a primeira coisa que colocam na portinha [da maternidade] é a camisa do time que você vai torcer. Já pensou: o cara é Internacional e colocam a camisa do Grêmio ali. Vocês acham que bota? Bota, Guiñazu? Bota o ca...”, brincou.

Apesar das seguidas risadas e do clima descontraído, o vazamento dos vídeos de Joel Santana gerou problemas internos no Vasco da Gama. Na última terça-feira, o diretor executivo de futebol do clube, Rodrigo Caetano, reuniu o elenco e repreendeu os jogadores com veemência. Diretoria e comissão técnica ressaltaram que vazamentos de imagens e vídeos do ambiente de trabalho são passíveis de punições que vão de advertências a multas no salário.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Esporte