Topo
Entretenimento

Margherita reina e pedido pelo telefone resiste: números da pizza no Brasil

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto
do UOL

De Nossa

10/07/2024 04h00

Que o brasileiro ama uma boa pizza, já sabemos. Mas no Dia da Pizza, alguns números mostram que ela faz mais parte da nossa rotina - e orçamento - do que muita gente pode imaginar.

Segundo pesquisa recente da empresa VR com seus usuários, a pizza mais consumida é margherita, com 20% das escolhas, seguida pela calabresa, com 17,3%; e em terceiro lugar ficou a pizza de quatro queijos com mais de 12% de preferência dos participantes.

Para 68%, a massa tem que ser fininha, enquanto 23% ainda preferem mais grossa.

Na dúvida quanto ao sabor, a maioria (92%) pede meio a meio. Ainda sobre os sabores, pizzas diferentes como a de estrogonofe, sushi, hot dog e outros sabores inusitados, são pedidos por aproximadamente 18,5% dos apreciadores do alimento.

Existe até o jeito certo de começar a comer: para 66% é começando da ponta para a borda, contra 13% que fazem o contrário. 44% comem com a mãos, enquanto 56% preferem garfo e faca.

O tamanho ideal da pizza para a maioria (80%) é o grande, com oito fatias, desses, 40% costumam comer três pedaços.

Para acompanhar a refeição, 62% disseram optar por refrigerante de cola e 23% por vinho.

Aos sábados e até R$ 70

Como um alimento de integração social, 95% dos respondentes comem acompanhado da família enquanto 46% dividem com amigos.

Sobre a frequência do consumo do alimento, cerca de 37% comem a cada 15 dias enquanto 27,8% consomem semanalmente. Os dias preferidos de consumo são aos sábados (75%), sextas-feiras (61%) e domingos (48%).

Qual melhor momento para comer pizza? Para 67%, no café da manhã, com a fatia que sobrou do jantar.

Se tivesse que escolher, a maioria escolheria a pizzaria do bairro, por vir mais rápido e quentinha (61%) . A minoria prefere receber uma pizza 'morna' da pizzaria da moda que pode até ser mais distante, mas é bem avaliada (39%).

Cerca de 65,5% costumam pedir via aplicativo de delivery enquanto 45,5% fazem os pedidos pelo WhatsApp. Mas há ainda quem utilize o telefone, 35,5% ou os que preferem ir até o estabelecimento fazer o pedido no balcão, 26%.

O levantamento revelou que 37% dos respondentes, gastam em média entre R$ 31 e R$ 70 em uma pizza e 50,5% já deixaram de comer pizza por causa dos preços.

Na hora de pagar a conta, os meios mais utilizados são cartão de crédito (59,5%), vale-refeição (56%) e cartão de débito (48%).

Entretenimento