Topo
Entretenimento

Caçador de ondas: quem era o ator de 'Piratas do Caribe' morto por tubarão

Amante de ondas grandes e perigosas, Tamayo Perry também era ator e esteve em filmes como "Piratas do Caribe" - Reprodução
Amante de ondas grandes e perigosas, Tamayo Perry também era ator e esteve em filmes como 'Piratas do Caribe' Imagem: Reprodução
do UOL

De Splash, em São Paulo

25/06/2024 16h28

Ator de "Piratas do Caribe", Tamayo Perry, 49, morreu no domingo (23) após ser atacado por um tubarão enquanto surfava no Havaí.

Quem era Perry

Ele nasceu em 1975, na Baía Norte de Oahu, uma ilha no Havaí. Perry começou a surfar aos 12 anos.

Ele logo se tornou melhor amigo de Jack Johnson, que virou uma estrela pop anos depois; o cantor morava em uma casa em frente à praia em que Perry surfava, segundo Matt Warshaw, da "Enciclopédia do Surfe".

Perry surfou profissionalmente por 15 anos e ganhou destaque em 1999, quando venceu a prévia do Pipeline Masters, importante campeonato de surfe realizado nas ondas de Pipeline, uma das mais perigosas do mundo.

jack perry - Reprodução/Instagram/@jackjohnson  - Reprodução/Instagram/@jackjohnson
Jack Johnson e Tamayo Perry em 1998, durante visita a Porto Blair, capital da União das ilhas Andamão e Nicobar, pertencentes à Índia
Imagem: Reprodução/Instagram/@jackjohnson

Ele nunca foi alguém que queria competir por um título mundial, ele era mais do tipo que caçava as ondas mais altas, mais loucas e documentava aquilo. Por um tempo, ele era um dos melhores (no cenário), conseguiu algumas das ondas mais malucas da era dele.
Brendan Buckley, editor da Stab Magazine, um site dedicado ao surfe

Lado a lado com a vida de atleta, ele tentou a sorte em Hollywood, participando de séries e filmes. Perry esteve em "Blue Crush", de 2002, no quarto filme da saga "Piratas do Caribe" em 2011 e em um episódio de "Hawaii Five-O", no mesmo ano.

O surfista era casado com a australiana Emila Perry, bodyboarder profissional que se mudou para o Havaí. Eles se conheceram quando ela trabalhava como salva-vidas. Os dois comandavam a "Oahu Surfing Experience", que oferecia aulas de surfe.

Alguns anos atrás, Perry sofreu um acidente enquanto surfava Pipeline. Com o episódio, ele decidiu aperfeiçoar seus conhecimentos sobre segurança no esporte. "As lições que eu tirei daquele dia inspiraram minha meta de incutir etiqueta de surfe e segurança para aqueles que eu ensino", disse ele no próprio site.

A vítima trabalhava como um salva-vidas profissional em Honolulu. Rick Blangiardi, prefeito de Honolulu, definiu o artista como um "homem da água lendário". Perry surfava em uma das praias da região quando foi atacado por um tubarão.

Entretenimento