Topo
Entretenimento

Atriz da série 'A Casa do Dragão' reclama de corte em cena de orgasmo

Olivia Cooke é Alicent Hightower em "A Casa do Dragão" - Divulgação
Olivia Cooke é Alicent Hightower em 'A Casa do Dragão' Imagem: Divulgação
do UOL

Colaboração para Splash

25/06/2024 10h04

Olivia Cooke, 30, ficou descontente com a produção de "A Casa do Dragão" (HBO) por ter suprimido da série o trecho em que sua personagem, Alicent Hightower, chega ao orgasmo durante uma transa com o amante, Criston Cole (Fabien Frankel, 30).

O que aconteceu

A sequência deveria ter ido ao ar no segundo episódio da segunda temporada, exibido no último domingo (23). "Filmei uma cena [de sexo] muito prolongada no final do episódio 2, que infelizmente não foi incluída [na edição final]", queixou-se Olivia, em entrevista ao portal Decider. "Você teve um orgasmo no episódio 2?", indagou Phia Saban, 25, que vive Heleana na série e a acompanhava na entrevista. Olivia confirmou. "Sim, e foi intenso. Durou séculos!", brincou.

A atriz se questionou por que se deu ao trabalho de encenar algo que sequer iria ao ar. "Acho que Ryan [Condal, 45, produtor executivo de 'A Casa do Dragão'] disse: 'Não precisamos ver isso'. Mas então por que eu tive que fazer?"

No fim do segundo episódio, a rainha Alicent se consola nos braços - e na cama - de Criston Cole, chefe da guarda real, após perder tragicamente o neto. A sequência do sexo entre os dois é ousada, mas, de fato, não inclui o 'clímax' referido por Olivia Cooke.

Entretenimento