Topo
Entretenimento

Netflix lança coleção especial com filmes e documentários para celebrar Dia do Cinema Nacional

19/06/2024 15h25

No Dia do Cinema Nacional, celebrado nesta quarta-feira, 19, a Netflix lançou uma coleção especial intitulada ‘Simplesmente Cinema Brasileiro’. A coletânea conta com diversas produções nacionais, desde longas aclamados pela crítica, como Cidade de Deus e Aquarius, filmes mais populares, como Mamonas Pra Sempre, e até documentários renomados, como Diálogos com Ruth de Souza.

A coleção completa já está disponível para assinantes da plataforma, em qualquer dispositivo.

Confira os filmes disponíveis no Simplesmente Cinema Brasileiro:

Sem Coração (2023, dir. Nara Normande, Tião)

Diálogos com Ruth de Souza (2024, dir. Juliana Vicente)

São Paulo, Sociedade Anônima (1965, dir. Luís Sérgio Person)

Central do Brasil (1998, dir. Walter Salles)

Rio, 40 Graus (1955, dir. Nelson Pereira dos Santos)

Vidas Secas (1963, dir. Nelson Pereira dos Santos)

Jogo de Cena (2007, dir. Eduardo Coutinho)

Terra Estrangeira (1995, dir. Daniela Thomas, Walter Salles)

Mutum (2007, dir. Sandra Kogut)

Apaixonada (2023, dir. Natalia Warth)

Santo Forte (1999, dir. Eduardo Coutinho)

A Luz do Tom (2013, dir. Nelson Pereira dos Santos)

Uma Noite em 67 (2010, dir. Renato Terra, Ricardo Calil)

A Ostra e o Vento (1997, dir. Walter Lima Jr.)

As Canções (2011, dir. Eduardo Coutinho)

Últimas Conversas (2015, dir. Eduardo Coutinho)

Pacarrete (2020, dir. Allan Deberton)

Aquarius (2016, dir. Kleber Mendonça Filho)

Filhos de João: O Admirável Mundo Novo Baiano (2009, dir. Henrique Dantas)

Mamonas Pra Sempre (2009, dir. Cláudio Kahns)

No Intenso Agora (2017, dir. João Moreira Salles

A Dama do Lotação (1978, dir. Neville d’Almeida) - disponível em 20 de junho

A Netflix também anunciou o desenvolvimento de mais um filme nacional, intitulado Vicentina Pede Desculpas. além de outras duas produções brasileiras em andamento, Caramelo, que terá como estrela um cachorro caramelo, ícone da cultura brasileira, e também a adaptação do livro O Diário de Um Mago, do escritor brasileiro Paulo Coelho.

"Aspiramos ser o lar de uma variedade de filmes brasileiros de qualidade para as mais diversas audiências. Nossa oferta deve representar todo o potencial criativo, riqueza e diversidade do cinema nacional e contribuir para a formação de um público apreciador de filmes feitos no Brasil", declarou Gabriel Gurman, diretor de filmes da Netflix no Brasil, em um comunicado enviado à imprensa.

Entretenimento