Topo
Entretenimento

Ele já fez uma obra-prima e agora quer ficar 20 anos gravando um filme

do UOL

De Splash, em São Paulo

16/06/2024 04h00

Richard Linklater, 63, gosta de ousar. Sua filmografia conta com os mais diferentes gêneros, desde o romântico "Antes do Amanhecer" (1995) passando pelo eletrizante "Escola de Rock" (2003) até "Boyhood" (2014), famoso por demorar 12 anos para ficar pronto, levar um Oscar e alcançar a perfeição da crítica no IMDB.

Agora, em 2024 e depois de cinco indicações ao Oscar, ele lança "Assassino Por Acaso", produção de comédia baseada na história real de um falso assassino de aluguel. No entanto, o diretor não para por aqui.

Comprar ingresso

O próximo projeto do cineasta é o ambicioso "Merrily We Roll Along", que assim como "Boyhood", será gravado ao longo de muitos anos. A projeção de Linklater é que demore duas décadas para o filme ser completado, assim ele acompanha o envelhecimento natural dos atores, sem usar efeitos especiais — como fez em "Boyhood".

'Boyhood' foi lançado em 2014 e demorou 12 anos para ser filmado - Divulgação - Divulgação
'Boyhood' foi lançado em 2014 e demorou 12 anos para ser filmado
Imagem: Divulgação

A produção é uma adaptação do musical homônimo, criado por Stephen Sondheim e Geroge Furth. A história acompanha a amizade de um trio que, com o passar dos anos, se separa.

Um dos chamarizes o filme é que ele é contado na ordem cronológica inversa. Ou seja, começa com os amigos brigando, e termina quando eles têm 20 anos e ainda são sabem sobre o que o destino os reserva.

"Merrily We Roll Along" é protagonizado por Paul Mescal ("Normal People"), que já gravou algumas sequências. Em entrevista à Esquire UK, disse que provavelmente se arrependerá de algumas escolhas artísticas de sua atuação.

Richard Linklater é o diretor de 'Assassino Por Acaso' - Chris Saucedo/Variety via Getty Images - Chris Saucedo/Variety via Getty Images
Richard Linklater é o diretor de 'Assassino Por Acaso'
Imagem: Chris Saucedo/Variety via Getty Images

Linklater estará com 81 anos quando o filme estiver pronto, em 2043, e caso algo o impeça de terminar o filme, o cineasta já tem planejado como agir. "Eu me adaptarei de alguma forma. Ou simplesmente entregarei tudo a outra pessoa. Lidarei com isso quando acontecer. Quer dizer, qual é a alternativa? Penso na morte regularmente", disse ao The Times UK.

Enquanto isso, "Assassino Por Acaso" segue em exibição nos cinemas brasileiros.

Entretenimento