PUBLICIDADE
Topo
Entretenimento

Entretenimento

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Após processar Sikêra, Xuxa faz 'merchan' no programa dele

Sikêra Jr. atacou Xuxa Meneghel durante o "Alerta Nacional" em 2020 - Reprodução
Sikêra Jr. atacou Xuxa Meneghel durante o "Alerta Nacional" em 2020 Imagem: Reprodução
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

do UOL

Colunista do UOL

12/05/2022 00h09

Quem consegue entender essas celebridades?

Depois de trocar farpas com Sikêra Jr. nas redes sociais, ser ofendida por ele, processá-lo, derrotá-lo na Justiça e ter direito a uma indenização por danos morais de R$ 300 mil (o apresentador recorre), Xuxa agora aparece nos "breaks" comerciais do "Alerta Nacional".

Para usar um termo comum nas redes sociais, isso já pode ser considerado o "plot twist carpado" de 2022 na TV brasileira.

Anteontem, a propaganda com Xuxa, inclusive, foi a que abriu o programa (sensacionalista) de Sikêra.

Xuxa, 59, é garota-propaganda do império de depilação masculina e feminina Espaçolaser, do qual ela é acionista.

A empresa está anunciando nos intervalos do "Alerta Nacional" (RedeTV, segunda a sexta, 18h).

Além de Xuxa, o campeão de surfe Gabriel Medina e a atriz Larissa Manoela também estrelam a campanha depilatória.

Rede bilionária

A Espaçolaser é uma rede bilionária. No ano passado, realizou IPO (oferta pública inicial de ações, em português) e arrecadou mais de R$ 2,5 bilhões no mercado.

Xuxa é uma das acionistas da empresa, que tem mais de 550 unidades no país. Ela é a "rainha" da marca no Rio, por exemplo.

A coluna procurou a assessoria de Xuxa para questionar o motivo pelo qual ela está fazendo propaganda de sua empresa num programa como o "Alerta Nacional", comandado por um apresentador que ela processou.

Até a publicação desta coluna, ninguém respondeu.

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook, Instagram e site Ooops

Entretenimento