PUBLICIDADE
Topo
Entretenimento

Entretenimento

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Com finais do futebol. "Pantanal" despenca no ibope

Maria Marruá (Juliana Paes), de "Pantanal" - Reprodução/TV Globo
Maria Marruá (Juliana Paes), de "Pantanal" Imagem: Reprodução/TV Globo
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

do UOL

Colunista do UOL

31/03/2022 10h08

Como esta coluna "profetizou" ontem (31), a Globo cometeu um grande erro ao estrear sua novela mais cara em décadas na mesma semana em que acontecem as finais dos campeonatos Carioca e Paulista.

Ontem, primeiro jogo das decisões, a novela "Pantanal" despencou cerca de 25% no ibope tanto no Rio como em São Paulo —as principais praças para o mercado publicitário. Nota: o São Paulo ganhou do Palmeiras, e o Fluminense derrotou o Flamengo ontem.

A novela da Globo continuou, obviamente, líder de audiência, mas viu seu público murchar a olhos (não) vistos.

Em São Paulo, segundo dados prévios de audiência, o milionário "remake" da Globo terminou com 21,2 pontos de ibope e 31,6% de share, contra 17.4 pontos e 26% de "share" da Record -que exibiu as partidas.

O SBT veio a seguir, com 6,3 pontos e 9,5% de share, seguido por Band (2,3 e 3,5%).

Para comparação, na estreia, "Pantanal" rendeu mais de 27 pontos na Grande SP

No Rio a coisa foi complicada também: a Globo e sua novela ficaram com 22,6 pontos (33% de "share) contra 20.9 pontos da Record (30,8% de "share). Na estreia

Cada ponto em SP vale por cerca de 75 mil domicílios. No Rio, 48 mil.

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook, Instagram e site Ooops

Entretenimento